close
jul 3, 2018
jul 3, 2018

Um estudo de caso: por que é que os apostadores não podem ganhar?

Por que é que as casas de apostas fecham ou restringem as contas?

Que tipo de atividade de apostas faz com que as pessoas sejam banidas ou fiquem limitadas?

O que é a política de Vencedores bem-vindos da Pinnacle?

Um estudo de caso: por que é que os apostadores não podem ganhar?

Para além de disponibilizar as melhores probabilidades, os limites mais altos e de educar os apostadores, um aspeto que a torna a Pinnacle diferente das outras casas de apostas é o facto de os vencedores serem bem-vindos. Então, por que é que as outras casas de apostas fecham e restringem as contas? Perguntámos a apostadores reais para descobrirmos. Continue a ler para ficar a saber mais.

Independentemente da quantia ou da frequência com que apostam, os apostadores serão sempre bem-vindos a apostar na Pinnacle. Um modelo empresarial exclusivo baseado no volume de apostas e as probabilidades mais otimizadas no setor significam que a Pinnacle pode proporcionar aos apostadores sérios os limites mais altos que procuram e permitir-lhes continuar a apostar quando ganham.

Muito poucas casas de apostas partilham do mesmo sentimento da Pinnacle. Além de margens inflacionadas que significam que fazer uma aposta custa mais dinheiro, assim que começar a ganhar com a casa de apostas típica, ela limitará severamente ou fechará a sua conta. Três tipos diferentes de apostadores partilharam a sua experiência relativamente a como as casas de apostas os impediram de ganhar dinheiro.

Apostador A: o apostador inteligente

Uma jornada que remonta aos dias em que as apostas online acabavam de chegar às massas, o Apostador A viu a sua conta limitada ou fechada por quase dez casas de apostas. Tendo apostado sobretudo no futebol e no ténis entre outros desportos, nenhuma das casas de apostas deu um motivo para as restrições ou encerramentos de contas.

Embora o Apostador A não tenha revelado como escolhia os alvos das suas apostas, ele diz que sabia que as casas de apostas estavam a monitorizar o seu comportamento de apostas, já que as probabilidades nas suas seleções mudavam muitas vezes assim que ele tentava apostar nelas. Não só as casas de apostas se recusavam a deixar o Apostador A apostar a quantia que ele queria, mas também ajustavam as respetivas probabilidades com base no comportamento dele.

A maioria das casas de apostas não aceita dinheiro de apostadores que sabem o que estão a fazer, porque é um risco demasiado alto. A Pinnacle, por outro lado, usa os conhecimentos e as informações fornecidas por este tipo de clientes.

É relativamente fácil para as casas de apostas identificarem os clientes que constituem um “risco” potencial em termos de efetivamente ter lucro. Embora parte do problema com o Apostador A fosse o facto de ele ser seletivo com aquilo em que apostava, era também porque ele era seletivo com os momentos em que fazia as suas apostas - visar os melhores preços do mercado facilitava às casas de apostas acompanhar um padrão de apostas com expectativas positivas e, depois, limitavam ou fechavam a conta dele em função disso.

Seriam as paradas elevadas que desencorajavam as casas de apostas de aceitar as apostas do Apostador A? Não, a aposta média em cada casa de apostas antes da restrição ou do encerramento não era superior a 50 €. No fundo, o que o Apostador A fez de errado foi conseguir ter êxito na questão central das apostas - encontrar valor no mercado.

Em alguns casos, só foi precisa uma aposta de apenas 0,50 € para ser restringido, enquanto outras casas de apostas esperaram por um total de 33 apostas antes de fechar a conta completamente.

A lição óbvia a tirar da experiência do Apostador A é que, se quiser apostar quando encontra valor, aposte na Pinnacle. A Pinnacle não só lhe permite apostar o que quiser com limites altos, como produz artigos educativos para lhe ensinar coisas como calcular o valor esperado e que método de staking é o melhor para o ajudar a tomar decisões fundamentadas.

Apostador B: uma introdução à arbitragem

As apostas de arbitragem são populares entre os apostadores, pois garantem um lucro sem risco ao apostar em ambos os lados do mercado. As oportunidades de arbitragem ocorrem quando as casas de apostas têm uma diferença de opinião (que elas expressam através das probabilidades), se elas forem lentas a reagir e a mudar a linha ou se simplesmente fizerem um erro (as ofertas promocionais podem também dar origem a oportunidades de arbitragem).

Estas oportunidades são perfeitamente legítimas e seria de pensar que, se um apostador as encontra, tem todo o direito de apostar nelas. Infelizmente, como o nosso apostador seguinte descobriu, a maioria das casas de apostas não permite apostas de arbitragem.

Tendo sido um apostador recreativo durante alguns anos, o Apostador B encontrou por acaso um artigo sobre arbitragem enquanto estudava na universidade. Armado com alguns conhecimentos básicos e 700 € de poupanças, ele investiu num serviço de arbitragem que destacava as oportunidades e começou a apostar em diversas casas de apostas.

No entanto, ao fim de dois meses, o Apostador B tinha sido banido de quatro casas de apostas e sofrido restrições graves em sete outras. Tinha conseguido um pequeno lucro, mas com as opções limitadas, as apostas de arbitragem do Apostador B chegaram ao fim menos de 60 dias depois de terem começado.

A Pinnacle fica satisfeita por aceitar apostadores de arbitragem e já publicou vários artigos sobre esse tema - indo desde um guia básico das apostas de arbitragem a uma análise aprofundada sobre Apostas de arbitragem vs. Apostas de valor.

Apostador C: encontrar um mercado especialista

Não será surpresa que conseguir lucro de forma consistente com as apostas dá muito trabalho. As pessoas utilizam diversas abordagens e, embora seja difícil ganhar a longo prazo, não há nenhuma “maneira certa” definitiva de consegui-lo.

Por vezes, analisar o mercado e utilizar modelos matemáticos irão ajudá-lo a encontrar valor; outras vezes pode pagar a um serviço que lhe mostre onde as casas de apostas não concordam para que possa explorar essa discordância; outras vezes ainda, como o Apostador C veio a descobrir, pode apostar nos mercados sobre os quais a maioria das pessoas (incluindo as casas de apostas) não sabe muito.

A Pinnacle não só lhe permite apostar o que quiser com limites altos, como produz artigos educativos para lhe ensinar coisas como calcular o valor esperado e que método de staking é o melhor.

Não é segredo que os nichos de mercado muitas vezes apresentam oportunidades de apostas mais valiosas do que os mercados mais populares, e há duas razões principais para tal acontecer. Em primeiro lugar, há falta de concorrência no mercado (menos apostadores), o que significa que as probabilidades não serão tão significativas. Em segundo lugar, as casas de apostas prestarão mais atenção e investirão mais recursos nos mercados que lhes proporcionam um maior potencial de lucro (as principais ligas europeias de futebol, a NFL, a NBA, etc.).

Depois de alguns anos a perder dinheiro com as apostas nos jogos de futebol da Serie A, da La Liga e da Premier League, o Apostador C começou a apostar nos jogos de ténis do ATP e da WTA. Em breve, passou para os jogos de ténis da ITF e, depois de alguns resultados positivos após pesquisar e recolher dados, o Apostador C especializou-se nos jogos femininos da ITF.

Passados três meses de fazer a sua primeira aposta no ténis, o Apostador C ficou restringido a apostas de 1 € na casa de apostas que utilizava há mais de oito anos. Só foram precisas nove apostas na casa de apostas escolhida a seguir antes de ser restringido e, passados outros dois meses de se registar noutras casas de apostas diferentes e de tentar apostar nos jogos femininos da ITF, tinha esgotado todas as suas opções (exceto a Pinnacle).

Também é interessante notar que, quando pediu uma explicação para o facto de ter sido limitado, o Apostador C recebeu a resposta de que podia apostar nos outros mercados sem restrições - os mercados potenciais de alto lucro acima mencionados eram até citados como exemplos.

Como é que a Pinnacle se pode dar ao luxo de deixar as pessoas ganhar?

O motivo por que a Pinnacle pode oferecer uma política de vencedores bem-vindos exclusiva deve-se ao seu modelo empresarial. Um modelo de margens baixas significa que a Pinnacle conta com um volume mais elevado de apostas para ganhar dinheiro. Em vez de retirar uma percentagem elevada das quantias pequenas, a Pinnacle retira uma percentagem muito pequena das quantias elevadas que os seus clientes apostam (é por este motivo que a Pinnacle também oferece os limites mais altos online).

Enquanto a quantia apostada em cada mercado é fundamental para a forma como a Pinnacle trabalha, também o é as pessoas que fazem as apostas. A maioria das casas de apostas não aceita dinheiro de apostadores que sabem o que estão a fazer, porque é um risco demasiado alto. A Pinnacle, por outro lado, usa os conhecimentos e as informações fornecidas por este tipo de clientes para fazer estimativas de possibilidade mais precisas e publicar probabilidades mais significativas. 

Este modelo também mostra que a Pinnacle tem confiança na sua equipa de corretores especializados para fazerem a gestão dos mercados de apostas e para tornarem cada lado do mercado igualmente atraente para os apostadores de modo a que consigam “equilibrar os livros” (ou seja, receber uma proporção relativamente idêntica de dinheiro de cada lado do mercado para limitar quaisquer potenciais perdas).

Recursos de apostas - Capacitar as suas apostas

Os Recursos de apostas da Pinnacle são um dos conjuntos mais abrangentes de conselhos de especialistas sobre apostas que se podem encontrar online. Dar resposta a todos os níveis de experiência - o nosso objetivo é simplesmente capacitar os apostadores a obterem mais conhecimentos.