ago 17, 2020
ago 17, 2020

A questão não é o dinheiro: o que nos dizem os mercados de apostas?

Para entender como lidamos com a incerteza

Um olhar sobre o passado

Visão do futuro

O que acontece quando vivenciamos um evento sem precedentes?

A questão não é o dinheiro: o que nos dizem os mercados de apostas?

Define-se "apostar" como a ação de arriscar algo (geralmente dinheiro) para obter uma possível recompensa ao tentar prever o resultado de um evento. Embora seja um jogo de risco e recompensa, apostar oferece muito mais do que a possibilidade de ganho financeiro. O que nos dizem os mercados de apostas? Leia para saber mais.

Para entender como lidamos com a incerteza

Uma das melhores coisas que o mercado de apostas nos oferece é uma compreensão melhor de como as pessoas lidam com o desconhecido. Muitos aspectos da vida não são uma certeza: hoje vai chover? Chegarei atrasado ao trabalho por causa do trânsito? Apesar de lidarmos todos os dias com estas questões, raramente paramos para pensar nos motivos pelos quais tomamos as nossas decisões. Nas apostas esportivas, tudo isso muda.

Não importa se a decisão é levar o guarda-chuva ou não, sair dez minutos mais cedo para o trabalho ou apostar que o Manchester United derrotará o Chelsea. Em todos esses exemplos, estamos lidando com um conhecimento incompleto. Entretanto, para a maioria das pessoas, somente uma dessas três opções exigirá mais do que alguns segundos de reflexão.

Tomar chuva sem um guarda-chuva e atrasar-se para o trabalho são riscos, mas parecem não ter a mesma importância que o dinheiro que podemos apostar. Um risco mais concreto, na forma de dinheiro, possibilita que os mercados de aposta nos deem a sensação de "apostar a própria pele" e, portanto, permitem entender melhor como lidamos com as incertezas da vida.

Um olhar sobre o passado

Para quem leva as apostas a sério, registrá-las e tentar aprender com eventos do passado é uma parte importante do processo. Entretanto, isso geralmente acontece dentro do contexto de uma tentativa de aprimoramento do processo de tomada de decisão em outra aposta. Seja comparando as chances (odds) da sua aposta com o fechamento do mercado, seja refletindo se a sua aposta ofereceu o valor positivo esperado, considera-se o passado para basear ações futuras.

Embora as chances de 5.000/1 de que o Leicester fosse o campeão da Premier League 2015/16 impliquem uma probabilidade de 0,02%, nem mesmo isso representa à altura a grandeza dessa façanha.

Os mercados de apostas também oferecem a capacidade de considerar eventos únicos e analisar a grandeza da conquista ou o tamanho do choque que o resultado causou. Considerando que as chances são simplesmente a representação da probabilidade, os mercados de apostas podem nos ajudar a entender até que ponto algo era provável ou improvável.

O título do Leicester City na Premier League de 2015/16 é amplamente reconhecido como uma das maiores "zebras" na História do esporte. É bem fácil reconhecer que o título do Leicester era algo muito improvável após os 38 jogos da temporada. A maior parte das pessoas teria pouca dificuldade de reconhecer que, na verdade, o rebaixamento do Leicester (ou seja, que terminasse entre os três últimos colocados) era muito mais provável do que o título. No entanto, até que ponto você consegue entender a grandeza dessa conquista?

As estatísticas nos dizem que, em 21 anos, o Leicester foi o primeiro time fora do grupo formado por Arsenal, Chelsea, Manchester City e Manchester United a ganhar o título. A equipe de Claudio Ranieri também foi o primeiro campeão a figurar de forma inédita entre os melhores times desde 1978, e os salários e o valor cumulativo das transferências estiveram entre os mais baixos da liga. Parece muito impressionante, mas, mesmo com essas informações, fica difícil compreender o tamanho da façanha que foi a conquista do primeiro título do Leicester na Premier League.

É aí que entra o mercado de apostas. Embora as chances de 5000/1, tão citadas na mídia, sejam uma cifra representativa (0,02% de possibilidade de acontecer), nem mesmo esse número reflete a grandeza dessa conquista. Sendo assim, qual era a probabilidade real de que o Leicester fosse o campeão da Premier League?

Joseph Buchdahl reconheceu que a utilização das chances de 1x2 da Pinnacle para os 380 jogos da temporada antes que o Leicester fosse o campeão da Liga e uma simulação de 100.000 passos pelo método Monte Carlo apresentam possíveis falhas ao tentar estimar a probabilidade de que o Leicester fosse o campeão. Porém, isso nos dá uma ideia bem mais clara do que os comentários genéricos "é coisa que acontece uma vez na vida" e "não acontecerá novamente nem em um milhão de anos" após o título do Leicester.

O que o mercado de apostas nos diz sobre a façanha do Leicester City em 2015/16? Diz que a probabilidade de que isso acontecesse era em torno de 0,001% (chance de 1 em 100.000).

Uma visão mais clara do que o futuro nos reserva?

Além de contextualizar melhor a avaliação dos eventos passados, os mercados de apostas também nos ajudam a ter uma visão do futuro. Embora seja interessante usar os mercados de apostas para avaliar a probabilidade de sucesso ou fracasso de equipes esportivas, esses mercados têm o poder de nos mostrar muito mais do que isso. Questões muito mais importantes do que um campeonato nacional.

No início da eleição presidencial de 2016 nos EUA, as chances da Pinnacle indicavam que Donald Trump tinha 12% de chance de sair candidato pelo Partido Republicano.

Os mercados de apostas políticas existem há muito tempo, mas, conforme essas apostas vão se popularizando, as casas de apostas aumentaram os investimentos no gerenciamento desses tipos de mercado. Com mais dinheiro entrando, esses mercados se tornam mais eficientes; essa eficiência, por sua vez, faz com que eles sejam preditores mais confiáveis em relação às votações.

As pesquisas de opinião são um elemento básico nas eleições. Anteriormente, as pesquisas eram consideradas bons indicadores dos votos, mas acabaram cada vez mais distantes dos resultados reais. Apesar de ainda serem voláteis, à medida que a popularidade dos mercados de apostas políticas aumenta, podemos começar a ver um novo método de tentativa de previsão do resultado mais provável de uma eleição – o uso dos mercados de apostas políticas.

As casas de apostas e a maioria dos apostadores erraram feio no início da eleição presidencial de 2016 dos EUA. De fato, a Pinnacle inicialmente afirmava que Donald Trump tinha cerca de 12% de chance de ser o candidato do Partido Republicano na eleição. Foi nos estágios finais da campanha que o mercado de apostas surgiu como uma fonte improvável que diria ao mundo o que estava prestes a acontecer.

In-article-1-Bookmakers-struggling-with-political-predictions-update-V3.jpg

As pessoas que estavam assistindo aos mercados eleitorais ao vivo na Pinnacle já sabiam que Trump estava a caminho da vitória antes que a mídia informasse que ele havia vencido na Flórida (um dos seis estados de crucial importância que antes pendiam para o lado do Partido Democrata). Como os mercados de apostas sabiam antes da mídia? Eles sabiam porque é nos mercados que as informações procedentes de pessoas são mais valiosas.

Se você sabe de algo antes que os outros (ou, pelo menos, a maioria) saibam, os mercados de apostas oferecem uma plataforma para que você ganhe dinheiro com essas informações. A casa de apostas conta com um fluxo constante de pessoas com informações como essa e, portanto, pode nos dar uma ideia mais precisa da probabilidade de que algo aconteça e de quando um evento altera a probabilidade de que algo ocorra.

O que acontece quando vivenciamos um evento sem precedentes?

De modo geral, os mercados de apostas ajudam a entender como as pessoas lidam com a incerteza. Por que as pessoas apostam em certos resultados? Quais são os tipos de vieses que afetam o processo de tomada de decisão? As pessoas conseguem aprender com seus erros? São conceitos intrigantes que poderiam ser abordados em artigos específicos sobre cada um deles. Entretanto, os mercados de apostas também oferecem um meio de respaldar as nossas opiniões sobre eventos sem precedentes.

Na semana que antecedeu a luta de Conor McGregor contra Floyd Mayweather, a probabilidade de vitória do irlandês mais do que dobrou.

A famosa luta de boxe Floyd Mayweather x Conor McGregor em 2017 entrou para a história como um dos eventos esportivos mais intrigantes que o mundo já viu. Foi uma luta cheia de alarde, opiniões e análises e também um mercado de apostas cheio de dinheiro – de fato, foi um dos eventos que motivou mais apostas em todos os tempos.

Enquanto o circo das entrevistas coletivas e a promoção insistente anunciavam a luta como o maior de todos os espetáculos, a atividade das apostas talvez tenha sido mais interessante do que a luta em si. O valor apostado destacava o grande interesse que havia na luta, mas a movimentação das chances mostrava o enorme contraste entre a opinião sobre o nível de competitividade de um estreante no boxe contra um pugilista considerado por muitos o melhor de todos os tempos.

McGregor, que nunca havia lutado boxe como profissional, abriu como uma grande zebra de 12,00 (o que corresponde a uma chance de vitória de 8,3%). No entanto, na semana da luta, McGregor chegou a 5,92. Sua chance de vitória mais do que dobrou, atingindo 16,9%. O que provocou a repentina mudança na fé que as pessoas botavam na capacidade pugilística de McGregor? Uma lesão de Mayweather? Uma mudança nas regras da luta? A resposta é muito mais simples: grana.

Para a surpresa de Marco Blume, diretor de trading da Pinnacle, independentemente da nítida diferença de habilidade entre os adversários, as pessoas estavam tão decididas a apostar em McGregor que, apesar da drástica redução das chances, o dinheiro continuou entrando. Evidentemente, houve altas apostas no outro lado, mas, por menores que fossem as chances para McGregor e apesar do grande equívoco (em retrospectiva) que isso representou, as pessoas estavam dispostas a apostar seu dinheiro no irlandês. 

Nesse caso, o mercado de apostas atuou como um "termômetro" preciso da opinião pública. O número de apostas altas dos clientes "afiados" ficou pequeno perto da quantidade de dinheiro que os apostadores recreativos investiram, sem levar em conta a chance que Conor McGregor tinha de derrotar Floyd Mayweather (é o viés do favorito/tiro no escuro em ação). Mostrou também a dificuldade que as pessoas têm de processar o que pode acontecer em um evento sem precedentes.

O que os nos dizem os mercados de apostas?

Os mercados de apostas existem porque as pessoas investem dinheiro na tentativa de ganhar dinheiro. Embora possa valer a pena investir tempo e dinheiro para obter lucro, também pode ser interessante considerar os mercados de apostas de um ponto de vista diferente. Esses mercados nos ajudam a entender como as pessoas pensam e se comportam e, além disso, permitem aprender com o passado e prever o futuro.

Recursos de apostas - Capacitar as suas apostas

Os Recursos de apostas da Pinnacle são um dos conjuntos mais abrangentes de conselhos de especialistas sobre apostas que se podem encontrar online. Dar resposta a todos os níveis de experiência - o nosso objetivo é simplesmente capacitar os apostadores a obterem mais conhecimentos.