close
nov 1, 2018
nov 1, 2018

Por que motivo é importante pensar sobre o futuro das apostas

O desenvolvimento das apostas desportivas

O que é que nos reserva o futuro?

Por que motivo a forma como apostamos continua a mudar

Por que motivo é importante pensar sobre o futuro das apostas

O primeiro tipo de aposta ou situação de jogo de algum tipo remonta há milhares e milhares de anos. Embora muito tenha mudado desde então, continua a haver espaço para mais desenvolvimentos e ainda mais mudanças. Por que motivo é importante pensar sobre o futuro das apostas? Continue a ler para saber a resposta.

A principal preocupação da maioria dos apostadores é o momento atual. Embora a utilização dos dados históricos na tentativa de prever o resultado de um evento no futuro seja um componente básico das apostas, ela limita muitas vezes os apostadores em termos da capacidade de antevisão que podem ter.

Compreender o histórico de apostas e como chegou ao estado em que se encontra agora é interessante, mas não irá necessariamente dar-lhe uma vantagem. Contudo, pensar nisto em relação ao que pode acontecer no futuro pode provar ser um esforço útil para alguém que se dedique a sério às apostas.

Um dos segredos para encontrar valor no mercado de apostas é explorar algo que a casa de apostas ainda não considerou nas suas probabilidades, e quanto mais cedo antecipar esses aspetos, maior âmbito terá no qual ganhar dinheiro. Quer se trate de novas tecnologias, capitalizar novos mercados ou até mesmo novos desportos, há sempre potencial para encontrar uma vantagem.

O desenvolvimento das apostas desportivas

Os jogos de azar já evoluíram muito desde o rolar de um dado na China por volta do ano 2300 a.C. Versões simplificadas de apostar em desportos, como corridas de quadrigas e jogos de gladiadores na Roma Antiga, depressa se transformaram numa atividade mais organizada com o aparecimento dos denominados “aceitadores de apostas” ou casas de apostas.

Os apostadores desportivos estão a dar mais importância às probabilidades com que apostam, às quantias que podem apostar e também estão a pensar mais sobre como podem vencer a casa de apostas do que nunca antes.

O que começou com as corridas de cavalos depressa chegou a outros desportos, como o futebol e o ténis. As casas de apostas então mudaram-se das laterais das pistas ou do exterior dos estádios para lojas de apostas antes de a Internet entrar em cena e as apostas online terem começado no final do século XX.

Desde que a Pinnacle foi fundada em 1998, surgiram inúmeras outras casas de apostas em todo o mundo. Agora, já é possível apostar em praticamente qualquer evento desportivo em vários níveis de competição e em diversos formatos diferentes. 

Embora a mecânica das apostas desportivas tenha mudado consideravelmente ao longo do tempo, o mesmo aconteceu com a forma como as pessoas abordam o processo de efetuar uma aposta. Aquelas pessoas que se adaptaram e vislumbraram uma oportunidade mais depressa do que as outras têm sido os beneficiários do facto de as apostas estarem em constante evolução.

Em que ponto se encontram agora as apostas desportivas?

O setor pode ser um local competitivo para as casas de apostas, mas o próprio mercado de apostas está também incrivelmente sobrecarregado e repleto de pessoas que procuram alcançar o mesmo objetivo. O princípio da Sabedoria da Multidão diz-nos que isso é uma coisa boa para as casas de apostas, já que torna o desafio ainda mais difícil para os apostadores.

Agora, é mais difícil obter um lucro consistente com as apostas desportivas do que alguma vez foi. Não só porque assim que descobrir uma forma de fazê-lo, o mais certo é ser restringido ou ver a sua conta ser encerrada. Além disso, a maioria das casas de apostas irá operar com margens superiores a 6-7% e isso significa que os apostadores têm de trabalhar ainda mais arduamente para encontrar oportunidades de apostas valiosas.

Em vez de continuarem a desenvolver-se em termos da qualidade das probabilidades em oferta, a maioria das casas de apostas está a investir noutras áreas de negócios. O crescimento do marketing e a necessidade de se destacarem da concorrência significam que as casas de apostas terão de gastar dinheiro para tentar impingir apostas “grátis” e ofertas, campanhas publicitárias com grandes orçamentos ou funcionalidades desnecessárias para chegarem a novos clientes.

Este tipo de casa de apostas é construído sobre os clientes “obtusos” (vão banir qualquer pessoa que seja considerada perspicaz) e, portanto, estão obviamente a tentar seduzir estes tipos de pessoas, mas os apostadores começam na verdade a movimentar-se na direção oposta. Nos últimos anos, tem havido uma mudança na comunidade de apostas desportivas e os clientes estão a tornar-se cada vez mais conhecedores sobre o tipo de serviço que lhes prestam.

Os apostadores desportivos estão a dar mais importância às probabilidades com que apostam, às quantias que podem apostar e também estão a pensar mais sobre como podem vencer a casa de apostas do que nunca antes. Existe uma quantidade enorme de dados disponíveis para ajudar os apostadores a tomar decisões mais informadas, bem como amplos recursos que podem ajudá-los a educar-se sobre as apostas e sobre exatamente o que é preciso para terem sucesso a longo prazo.

O que é que nos reserva o futuro?

O objetivo deste artigo não é prever exatamente o que acontecerá no futuro e como isso pode ser utilizado para obter uma vantagem sobre a casa de apostas. Pelo contrário, o objetivo é incentivar as pessoas a considerarem como as coisas podem mudar e a não serem apanhadas ao jogar à apanhada - se a casa de apostas for forçada a jogar à apanhada, então é o apostador que detém a vantagem.

Os dados não são, de forma nenhuma, um aspeto novo nas apostas desportivas. Agora, a maioria dos apostadores irá utilizar dados antes de efetuar uma aposta (mesmo que não saibam que estão a fazê-lo) - pode ser uma coisa tão simples quanto consultar o registo de encontros frente a frente entre duas equipas de futebol para uma aposta 1X2 ou a média de golos por jogo para uma aposta no total de golos. Contudo, a quantidade de dados a que temos acesso e, mais importante ainda, a qualidade desses dados é o que está a mudar. 

Depois de ter compilado os seus dados e identificado uma vantagem potencial a explorar, assim que a tiver modelado e testado com minúcia, será capaz de beneficiar completamente dela de um ponto de vista financeiro.

O clima é um excelente exemplo a utilizar em termos de pensar com antecedência para encontrar uma vantagem. Sabemos que é um aspeto importante nas apostas no basebol (bem como em muitos outros desportos), mas as primeiras pessoas a quantificarem-no, depois a recolherem os dados e a apostarem em função disso são aquelas que viram o valor e o rentabilizaram. Depois de algum tempo (à medida que mais pessoas se apercebiam da sua importância), o clima passou a ser levado em conta nas probabilidades e deixou de ser um fator que podia ser explorado.

Um exemplo mais recente que seguiu o mesmo curso são os golos esperados no futebol. Essa métrica estava anteriormente confinada à comunidade de análise do futebol como uma forma de medir o desempenho de uma equipa. Uma simples mudança na forma como esta métrica era analisada e implementada resultou no facto de os apostadores serem capazes de identificar apostas de valor em várias ligas de futebol (como seria de esperar, isto não durou muito e, agora, todas as casas de apostas utilizam os golos esperados nos seus modelos preditivos).

Os apostadores não deveriam estar a pensar a curto prazo. Em vez de tentar encontrar uma vantagem para os encontros deste fim de semana da Premier League, pense no que poderá mudar no futuro que lhe poderá dar uma outra vantagem - o que poderá ser os próximos golos esperados? É claro que esta vantagem poderá não resultar de um único fator; pode ser uma combinação de uma diversidade de pequenos fatores.

Quer se trate de biometria, de acompanhar os dados ou qualquer outra coisa que faça parte desta nova onda de análise de dados, o primeiro passo para beneficiar deles é estar atento à forma como eles podem melhorar a sua capacidade de pensar em termos probabilísticos sobre um evento. Podem ser dados de desempenho da Stats Bomb ou um pacote R da Pinnacle, há muitos dados grátis à disposição com que começar a experimentar (pode também pagar para obter conjuntos de dados de maiores dimensões).

Depois de ter compilado os seus dados e identificado uma vantagem potencial a explorar, assim que a tiver modelado e testado com minúcia, será capaz de beneficiar completamente dela de um ponto de vista financeiro. É fácil ver resultados positivos e partir do princípio de que se baseiam na sua competência em encontrar uma vantagem, mas se estiver a analisar os resultados a curto prazo, isto pode igualmente dever-se com toda a facilidade à sorte

Por que motivo a forma como apostamos continua a mudar

O foco deste artigo centra-se em torno do processo de pensamento que auxiliará ao sucesso de longo prazo nas apostas, mas é igualmente importante considerar o que pode acontecer à forma como de facto efetua uma aposta.

Para além das mudanças nas apostas numa perspetiva regulamentar que estão a mudar o local onde as pessoas podem apostar (sendo os EUA um exemplo óbvio), existem também bastantes desenvolvimentos relativamente recentes que estão a mudar a experiência de efetuar uma aposta e até aquilo com que as pessoas apostam.

As criptomoedas apareceram em força em 2018, de tal forma que algumas casas de apostas agora só negociam em criptomoedas específicas, como a bitcoin. Este é ainda outro exemplo de como as coisas podem mudar subitamente, e estar preparado e pensar sobre o que poderá acontecer no futuro é essencial, se o seu objetivo for ganhar dinheiro a fazer apostas.

Recursos de apostas - Capacitar as suas apostas

Os Recursos de apostas da Pinnacle são um dos conjuntos mais abrangentes de conselhos de especialistas sobre apostas que se podem encontrar online. Dar resposta a todos os níveis de experiência - o nosso objetivo é simplesmente capacitar os apostadores a obterem mais conhecimentos.