close
jun 30, 2017
jun 30, 2017

Sobreviver no lago dos tubarões

Descubra por que ninguém copiou o modelo exclusivo da Pinnacle

O nosso diretor de comercialização explica o que torna a Pinnacle diferente

A resposta envolve uma analogia ao Lago dos Tubarões

Sobreviver no lago dos tubarões
A Pinnacle tem vindo a operar com êxito, desde 1998, um modelo exclusivo de volume elevado, margens baixas e que acolhe os vencedores. Perguntam-nos muitas vezes por que razão é que esta abordagem ainda não foi copiada com êxito. A resposta fascinante que recebi do nosso diretor de comercialização é, ao mesmo tempo, um comentário interessante sobre a corretagem de apostas moderna e uma metáfora envolvendo o lago dos tubarões.

A Pinnacle faz as coisas de forma diferente das outras casas de apostas. Enquanto os nossos concorrentes andam aos tropelões a tentar inventar promoções cada vez mais absurdas, nós declaramo-nos absolutamente sem truques. A nossa abordagem exclusiva e realista assenta em três princípios fundamentais.

  • Oferecer as probabilidades mais competitivas online

  • Oferecer limites que podem adaptar-se a quase todas as apostas

  • Não restringir os vencedores

Então, o que tem impedido as outras casas de apostas de tentarem igualar esta abordagem? Perguntei ao nosso diretor de comercialização, Marco Blume, que há oito anos na empresa, tem consolidado a nossa filosofia de comercialização.

Marco, não fazemos segredo da nossa abordagem ao modelo de casa de apostas e, assim sendo, por que razão é que o nosso modelo não foi copiado com êxito?

Gerir uma das maiores casas de apostas do mundo significa que o tempo de Marco é muito precioso e ele é parcimonioso na comunicação, mas em relação a este assunto, os seus olhos iluminam-se e ele fica visivelmente animado.

"Para responder realmente a esta pergunta, é importante entender a nossa posição no mercado e os conceitos modernos da corretagem de apostas. O que a maioria dos apostadores considera serem grandes casas de apostas são, na realidade, mais parecidas com máquinas de marketing a promoverem as probabilidades de apostas.

Qualquer casa de apostas que nos queira enfrentar teria de suportar um longo período de perdas realmente duras; seria como ser atirado para um lago de tubarões. Marco Blume, diretor de comercialização na Pinnacle

A maior parte do risco é gerida por outras entidades e o principal foco de atenção está na aquisição de jogadores atraídos pelos bónus, sendo uma grande parte do lucro gerada graças à venda cruzada de produtos de casino de margem elevada. Não há nada de errado nisto; eles são muitos bons no que fazem, mas trata-se de um setor diferente de onde a Pinnacle se encontra. Assim sendo, a título de comparar as abordagens, estamos a falar de alhos e de bugalhos.

Há uma concorrência cada vez maior entre estas casas de apostas que apostam no marketing; uma vez que a gestão de risco já está tratada, o obstáculo à entrada é relativamente baixo. Os únicos diferenciadores reais são as próprias marcas e o respetivo capital, e é por esse motivo que vemos diversas marcas concorrentes surgirem com campanhas muito agressivas; pensemos, por exemplo, no patrocínio de camisolas na EPL.

As alterações no panorama jurídico estão a fazer com que seja cada vez mais difícil as marcas mais estabelecidas crescerem internacionalmente; por isso, vemos muitas fusões, mas a Pinnacle está realmente fora dessa atividade."

Marco procura uma analogia útil. “Quero dizer, se pegarmos numa abordagem do tipo de diagrama de Venn, há alguma sobreposição entre a Pinnacle e esse tipo de corretagem de apostas, mas está a diminuir.

Temos muito mais em comum com as grandes casas de apostas asiáticas, mas não se trata de uma sobreposição completa. Na realidade, somos um híbrido, porque elas não estão centradas no mercado europeu de dinheiro.

Normalmente, vou à conferência ICE em Londres e, frequentemente, ouço rumores de uma casa de apostas nova que imita o nosso modelo andar à procura de investimento. A questão é que eles precisariam de uns bolsos mesmo muito fundos.” Marco reforça a ideia com as mãos à procura de uns bolsos imaginários. “Quero dizer, bolsos mesmo muito fundos. Sabe, nós já cá estamos desde 1998 e, por isso, sabemos o que estamos a fazer, temos um volume enorme e os nossos modelos para os desportos principais são realmente firmes.

Qualquer casa de apostas que nos queira enfrentar teria de suportar um longo período de perdas realmente duras; seria como ser atirado para um lago de tubarões." As sobrancelhas erguem-se; ele parece gostar desta analogia. “Eles vão perder muito dinheiro, cometer erros dispendiosos, tentar ganhar tração e volume e, por isso, a questão é: quanto tempo conseguirá qualquer aspirante a rival sobreviver no lago dos tubarões a aprender o que nós construímos ao longo de 18 anos até ser comido?”

Quero dizer, se pegarmos numa abordagem do tipo de diagrama de Venn, há alguma sobreposição entre a Pinnacle e esse tipo de corretagem de apostas, mas está a diminuir. Marco Blume, diretor de comercialização na Pinnacle

“O facto de ninguém, em tempos recentes, ter conseguido descobrir como sobreviver no lago sublinha a solidez do modelo, mas não estamos de modo algum acomodados. Estamos constantemente a tentar melhorar e conhecemos a dificuldade de entrar em novos mercados, como os E-Sports, onde nós próprios perdemos algum dinheiro nos primeiros anos.

Os E-Sports são um excelente exemplo de ver a Pinnacle a abrir caminho e as outras casas de apostas a copiarem as nossas probabilidades, mas não o nosso modelo. Entendo isso como um elogio. E se qualquer casa de apostas quiser testar a água e imitar por completo o nosso modelo, desejo-lhes boa sorte no largo dos tubarões.”

Recursos de apostas - Capacitar as suas apostas

Os Recursos de apostas da Pinnacle são um dos conjuntos mais abrangentes de conselhos de especialistas sobre apostas que se podem encontrar online. Dar resposta a todos os níveis de experiência - o nosso objetivo é simplesmente capacitar os apostadores a obterem mais conhecimentos.