abr 9, 2020
abr 9, 2020

Cinco princípios fundamentais nas apostas que é preciso lembrar

Lembrar-se do objetivo final

Conhecer a concorrência

Não se trata sempre de ganhar

Cuidar do seu dinheiro

Cinco princípios fundamentais nas apostas que é preciso lembrar

Fazer apostas desportivas não é tão simples como seguir um conjunto de orientações ou regras a fim de garantir o sucesso. O que funciona para uma pessoa pode não funcionar para outra. Dito isto, há alguns princípios fundamentais que todos os apostadores beneficiarão em seguir. Continue a ler para descobrir os cinco princípios fundamentais de que todos os apostadores se devem lembrar.

O facto de a Pinnacle ter milhares de artigos no seu arquivo dos Recursos de apostas salienta o quanto há a aprender em relação às apostas. Independentemente do desporto em que aposta, as bases do sucesso são as mesmas para muitos apostadores. Embora simples, estes aspetos básicos são fundamentais.

Apesar da sua importância, os aspetos básicos são frequentemente ignorados por muitos no que toca às apostas. Negligenciar estes princípios fundamentais é um erro que simplesmente não se pode dar ao luxo de cometer se pretender ter lucro a longo prazo. Pode parecer óbvio, mas se aceitar estes princípios e aderir a eles, é provável que veja um impacto positivo na sua experiência de apostas.

Compreender conceitos básicos é apenas o início desta jornada. Os apostadores, especialmente aqueles que muitos aspiram a igualar, terão passado anos a criar o conhecimento e o conjunto de competências não só para identificar as ineficiências no mercado de apostas, mas também para tirar partido delas. Contudo, isso não quer dizer que se esqueçam daquelas primeiríssimas lições que aprenderam.

Quer se encontre no início da sua jornada de apostas, a começar a usufruir do sucesso ou se já o tem há décadas, os cinco conceitos fundamentais definidos neste artigo deverão estar sempre na vanguarda do seu pensamento ao fazer uma aposta.

Lembrar-se do objetivo final

Muitos apostadores terão passado por um período de tempo em que perdem noção daquilo que estão na realidade a tentar fazer. Se aposta por diversão, isto não se aplicará a si necessariamente, mas para muitos apostadores, o objetivo é obter um retorno positivo relativamente ao dinheiro que gastaram.

Os melhores apostadores que por aí andam não são apenas os melhores porque sabem como ganhar. São os melhores porque sabem como perder e não deixar que isso os afete.

Embora todas as apostas que faz tenham o potencial de lhe dar dinheiro a ganhar ou a perder, é um disparate medir o sucesso em função de cada aposta individual – até uma aposta inteligente pode fazê-lo perder dinheiro devido à variação. Tal significa que os apostadores deverão lembrar-se de que as apostas desportivas são um jogo longo e que, embora haja altos e baixos, o objetivo é simplesmente estar em alta a longo prazo.

Deixar-se envolver demasiado em apostas individuais só faz com que, mais provavelmente, se esqueça do panorama global. Quer seja em reação a uma perda e ao tentar recuperar alguns fundos, quer seja ao ficar demasiado entusiasmado depois de uma vitória e fazer apostas sem pensar nem raciocinar muito, os apostadores deverão pensar sempre sobre o impacto que estas decisões poderão ter no espaço de uma semana, um mês ou um ano.

As apostas exigem trabalho árduo, paciência e dedicação. Não vai conseguir obter sucesso de um dia para o outro e, mesmo que o conseguisse, poderia igualmente perder com a mesma facilidade os frutos desse sucesso logo no dia seguinte. Quer ganhe ou perca uma aposta, analise a aposta pelo que representava, avance e lembre-se do seu objetivo final.

Conhecer a concorrência

Muitas vezes quando as pessoas começam a apostar, ficam com a impressão de que tudo o que têm a fazer é vencer a casa de apostas. A casa de apostas está a ficar com o seu dinheiro e o objetivo é tentar conseguir algum do dinheiro da casa de apostas de volta. No entanto, à medida que vai aprendendo mais sobre os mercados de apostas e sobre a forma como se comportam, depressa fica claro que a questão é vencer os outros apostadores.

Naturalmente, é a casa de apostas que publica as probabilidades com que aposta e é a casa de apostas que recolhe os depósitos que faz; portanto, é fácil perceber por que motivo as pessoas querem ganhar-lhe. Infelizmente, essa é uma batalha que nunca irá ganhar - mesmo que consiga ganhar uma batalha ocasional, há bastantes mais pessoas que a perderam (as casas de apostas não existiriam se não fosse esse o caso).

Assim que as probabilidades de um mercado são publicadas inicialmente, são os outros apostadores que ajudam a moldá-las. É contra estes apostadores que está a competir para tentar obter qualquer valor que possa estar em oferta no mercado.

É igualmente importante relembrar que esta competição com os apostadores é muito relativa. Não importa se consegue prever com exatidão o resultado dos jogos de futebol antes de serem efetivamente jogados, se houver pessoas que tenham previsões mais exatas do que as suas: são essas que conseguirão a recompensa.

Não se trata sempre de ganhar

Como se disse anteriormente, com tanta aleatoriedade no mundo do desporto, dará consigo numa maré de azar nas apostas. Pode efetuar uma aposta, para a qual se o evento fosse repetido 10 vezes, poderia ganhar nove delas, mas acontece simplesmente que foi desta vez que a sua aposta acabou numa perda. Por esse motivo, é importante lembrar-se de que não vai conseguir ganhar todas as apostas.

Mais 3,40 € numa aposta pode não parecer muito, mas rapidamente, tal pode chegar a mais de 1000 € num ano. De repente, torna-se então muito mais apelativo.

As pessoas podem acreditar que os apostadores que se sabe que ganham grandes quantias de dinheiro com as apostas têm algum tipo de “toque de Midas”. Mas a ideia de um indivíduo conseguir encontrar sempre a aposta perfeita e que tudo corra sempre na perfeição para ganharem sempre é um disparate completo. Estes apostadores irão perder, mas eles simplesmente perderão menos vezes do que as que ganham.

Dado que as perdas são uma das poucas certezas nas apostas, saber como lidar com elas é uma parte fundamental de ser um apostador. Um exercício que os apostadores podem considerar útil é tentar analisar porque perderam uma aposta, rever tudo o que sabiam anteriormente e questionar se voltariam a fazer essa aposta. Se a resposta for sim, então fez tudo o que podia. Se a resposta for não, talvez esteja na hora de repensar o seu processo de tomada de decisões antes de mais.

Os melhores apostadores que por aí andam não são apenas os melhores porque sabem como ganhar. São os melhores porque sabem como perder e não deixar que isso os afete.

Não consegue ter o controlo absoluto

Uma das coisas mais difíceis de aceitar, por parte de qualquer indivíduo, é a falta de controlo que tem sobre qualquer coisa, especialmente quando é algo em que se sente que estamos a tomar todas as decisões. Todas as pessoas deveriam saber que têm pouca influência no resultado de um jogo de futebol, mas quantas é que saberão que não têm controlo total sobre aquilo em que apostam ou por que motivo apostam naquilo antes daquele jogo de futebol?

Os vieses comportamentais podem ter um impacto enorme no seu processo de tomada de decisões nas apostas e, quanto mais depressa tiver consciência disso, melhor será. Este é um aspeto que não só deverá reconhecer enquanto apostador, mas também algo de que deverá constantemente recordar-se. Não pode ter controlo sobre estes vieses comportamentais, mas ter conhecimento da sua existência e da respetiva prevalência irá certamente ajudá-lo.

Tudo desde a memória seletiva de determinados eventos e mudar uma opinião passada ao motivo pelo qual fazemos ou não uma determinada aposta pode ser afetado por estes vieses. Pela sua própria definição, eles fazem-nos desviar de um raciocínio racional – o qual, obviamente, não é um bom presságio num mundo de risco onde há dinheiro envolvido.

Cuidar do seu dinheiro

Uma aposta de 10 € e uma aposta de 10 000 € podem significar a mesma coisa para pessoas diferentes. Não importa se aposta muito ou pouco; é fundamental otimizar os seus fundos para alcançar o sucesso durante um longo período de tempo.

A gestão do dinheiro é uma parte crucial das apostas, quer as leve a sério ou não. Se aposta por diversão, só deverá apostar aquilo que pode arriscar perder. Se faz apostas como meio de subsistência, manter os seus fundos enquanto maximiza os seus ganhos potenciais e limita as suas perdas potenciais é a diferença entre fazer uma carreira e falir.

Obter o máximo do seu dinheiro não se aplica apenas a otimizar a sua parada para cada aposta individual, aplica-se também às probabilidades com que aposta. A diferença entre probabilidades de 2,34 e 2,36 pode parecer mínima, mas a longo prazo, até as pequenas diferenças contam nas apostas.

A comparação das probabilidades (ou da compra de linhas) pode parecer dar muito trabalho em troca de uma pequena recompensa, mas este é outro exemplo em que a tacanhez de olhar para os seus resultados aposta a aposta pode ter um impacto negativo. Mais 3,40 € numa aposta pode não parecer muito, mas rapidamente, tal pode chegar a mais de 1000 € num ano. De repente, torna-se então muito mais apelativo.

Estes cinco princípios fundamentais são, apesar de tudo, uma pequena parte das apostas. No entanto, das inúmeras coisas a aprender, lembre-se deles e ponha-os em prática de forma consistente, pois são um bom ponto de partida. Lembrar-se do objetivo final, conhecer a concorrência, compreender que não se trata sempre de ganhar, que não se tem controlo absoluto e que precisa de cuidar do seu dinheiro não vão garantir-lhe o sucesso. No entanto, ajudará com certeza.

Recursos de apostas - Capacitar as suas apostas

Os Recursos de apostas da Pinnacle são um dos conjuntos mais abrangentes de conselhos de especialistas sobre apostas que se podem encontrar online. Dar resposta a todos os níveis de experiência - o nosso objetivo é simplesmente capacitar os apostadores a obterem mais conhecimentos.