close
jun 29, 2017
jun 29, 2017

Com que frequência é preciso vencer a linha de fecho para ter lucro?

Com que frequência é preciso vencer a linha de fecho para ser um vencedor?

A importância do movimento das probabilidades

A relação entre o movimento das probabilidades e o valor esperado

Com que frequência é preciso vencer a linha de fecho para ter lucro?

É uma ideia errada pensar que as apostas só têm a ver com os resultados. O segredo para a realização de apostas de sucesso tem a ver com encontrar valor no mercado e conseguir, de forma consistente, vencer a linha de fecho. Mas exatamente com que frequência é preciso vencer a linha de fecho para poder esperar ter lucro? Continue a ler para ter a resposta.

Num artigo anterior que analisava a importância de ganhar às probabilidades de fecho, aprendemos como as probabilidades, no fecho do mercado, proporcionam a avaliação mais precisa (ou eficiente) das possibilidades de resultados. Por exemplo, quando as probabilidades de fecho da Pinnacle são de 2,00, a possibilidade de resultado implícita será de 50% (descontando a influência da sua margem).

Tem-se verificado que a relação entre as probabilidades que um apostador aceita e as probabilidades de fecho da Pinnacle proporciona uma medida muito fiável da expetativa de lucro. Se um apostador aceitasse as probabilidades de 2,20 e o mercado da Pinnacle fechasse com probabilidades de 2,00, a expetativa de lucro mantida seria fornecida pela proporção 2,20/2,00 = 1,1 ou 10% (menos a margem da Pinnacle).

A importância do movimento das probabilidades

Dada a variabilidade aleatória inerente nos mercados de previsão desportivos, nenhum apostador vai conseguir vencer as probabilidades de fecho sempre. Independentemente de as suas suposições iniciais de previsão serem boas ou não, a influência de uma equipa que se destaca tardiamente altera-se e outras notícias imprevistas que chegam indiscutivelmente a um mercado de apostas aleatoriamente facilmente tornarão negativo o valor esperado.

Tem-se verificado que a relação entre as probabilidades que um apostador aceita e as probabilidades de fecho da Pinnacle proporciona uma medida muito fiável da expetativa de lucro.

Partindo da suposição de que um apostador escolhe aleatoriamente as equipas em que aposta e que o movimento de preços é, em média, aleatório, é razoável esperar que esse apostador consiga vencer as probabilidades de fecho em 50% das vezes. De facto, ao analisar o mesmo conjunto de dados de 132 645 jogos de futebol (e 397 935 resultados no mercado de apostas de jogos em casa-empate-fora que no meu artigo anterior sobre o mesmo assunto, encontramos uma distribuição normal ou relativamente aleatória dos movimentos de abertura aos movimentos de fecho da Pinnacle (definidos pela proporção entre as probabilidades de abertura e as probabilidades de fecho, menos um), sendo 45% delas superiores a zero (a distribuição a vermelho abaixo).

O motivo para tal é que um pouco menos de metade deve-se ao facto de a margem de fecho da Pinnacle ser normalmente um bocadinho menor do que a margem de abertura. Assim sendo, nos casos em que o movimento líquido do mercado é zero entre a abertura e o fecho, um preço de fecho continuará a ser um bocadinho maior do que o respetivo preço de abertura.

1-closing-inarticle.jpg

Assim que a margem da Pinnacle tiver sido retirada das probabilidades de fecho, conseguimos ver como é muito mais difícil que uma linha de abertura vença um preço de fecho "justo" ou "real" (a distribuição a azul abaixo). Por exemplo, uma linha de abertura de 5,00 que se reduz para 4,90 no fecho com uma expetativa aparente de lucro de 2% (5,00/4,90), na realidade, não tem qualquer expetativa de lucro.

É importante salientar que, no exemplo acima, o preço justo é provavelmente de 5,05, assim que o viés entre favorito e menos favorito seja levado em consideração, logo superior ao preço de abertura.

Na verdade, da nossa amostra de jogos de futebol, só 29,6% das probabilidades de abertura eram superiores à linha de fecho "real". Consequentemente, se o nosso apostador andasse simplesmente a apostar de forma aleatória, ele não conseguiria vencer-lhe em mais do que dois terços das ocasiões. Nesta amostra de jogos, a expetativa de lucro de apostas com paradas fixas seria de -3,5%.

Movimento das probabilidades e valor esperado

A tabela abaixo mostra a percentagem de apostas na nossa amostra de probabilidades num jogo de futebol que ultrapassa uma expetativa específica de lucro. A linha vermelha mostra a expetativa de lucro implícita, conforme é calculado a partir do movimento das probabilidades desde a abertura até ao fecho. A linha azul mostra a expetativa implícita com base no movimento relativo aos "reais" preços de fecho, ou seja, sem a margem da Pinnacle.

É, na realidade, na linha azul que estamos interessados, uma vez que esta estará relacionada com o lucro real que poderemos esperar conseguir, se conseguirmos ganhar ao "real" preço de fecho com mais frequência do que só ocasionalmente.

2-closing-inarticle.jpg

A tabela ilustra como existem, em teoria, relativamente poucas oportunidades para um valor esperado significativo, de acordo com este modelo de movimento de probabilidades. Na nossa amostra, apenas 6,5% dos preços de abertura contêm mais de 10% da expetativa de lucro implícita, com menos de 2% a deterem mais de 20% do valor.

Para mostrar uma expetativa de lucro, não seria de admirar que tivéssemos de vencer o preço de fecho "real" em, pelo menos, 50% das vezes.

O excesso de confiança de muitos apostadores pode encorajá-los a pensar que eles conseguirão sempre encontrar este valor, enquanto evitam os preços que não detêm valor algum, mas para reiterar o aspeto anterior, existe simplesmente demasiada variação e ruído nas previsões de futebol para que tal seja credível. Para encontrar este valor suficiente, de forma consistente, para se tornar num vencedor, é necessário muito trabalho árduo, como a Pinnacle explicou anteriormente através do Princípio de Previsão de Pareto.

Com que frequência é preciso vencer a linha de fecho para ser um vencedor?

Então, exatamente com que frequência deveríamos ganhar à linha de fecho para termos hipótese de apresentar uma expetativa de lucro? Ao escolhermos aleatoriamente amostras de 20 movimentos de probabilidades de abertura a probabilidades de fecho e calcularmos as suas expetativas médias de lucro, a tabela seguinte criada a partir deste exercício dá-nos uma ideia.

3-closing-inarticle.jpg

Na realidade, temos de vencer as probabilidades de fecho publicadas em quase três quartos das vezes antes de termos uma expetativa razoável de nos tornarmos vencedores. Se tivéssemos conseguido apostar em todos aqueles preços de abertura que vencem os seus preços de fecho correspondentes nesta amostra e evitado todos os restantes, a nossa expetativa teórica continuaria a ser de apenas +4%.

Devemos lembrar-nos de que vencer o preço de fecho publicado não implica que estejamos a vencer o preço de fecho "real", como as tabelas anteriores terão esclarecido. De facto, nesta amostra, ainda assim não teríamos conseguido vencer o preço de fecho "real" em 34% das vezes, apesar de um registo perfeito sobre o preço de fecho publicado.

Para mostrar uma expetativa de lucro, não seria de admirar que tivéssemos de vencer o preço de fecho "real" em, pelo menos, 50% das vezes. A tabela abaixo compara a proporção de ocasiões em que poderemos vencer o preço de fecho publicado com a proporção de ocasiões em que venceremos o correspondente preço "real" (depois de retirada a margem).

Preço de abertura vence o preço de fecho publicado Preço de abertura vence o preço de fecho "real"

Preço de abertura vence o preço de fecho publicado

 Preço de abertura vence o preço de fecho "real"

45%

29,6%

50%

32,9%

55%

36,1%

60%

39,4%

65%

42,7%

70%

46,0%

75%

49,3%

80%

52,6%

85%

55,9%

90%

59,2%

95%

62,4%

100%

65,7%

O que é que isto significa em termos de expetativas de apostas?

Naturalmente, esta análise que relaciona a probabilidade de vencer o preço de fecho com a expetativa de lucro do apostador é teórica. Não se baseia em nenhum resultado, mas antes na expetativa puramente média e na hipótese credível de que o movimento de um preço disponibiliza um elemento preditivo preciso de quanto lucro um apostador pode esperar ter. Não obstante, esperamos que forneça outra lição salutar para os apostadores que tentam compreender as suas expetativas de apostas.

O segredo para se tornar num vencedor na Pinnacle não é focar-se nos resultados (que podem ser de sorte ou de azar), mas concentrar-se no valor e vencer a linha de fecho. Este artigo forneceu pistas em relação à frequência com que poderá ter de gerir este aspeto para alcançar este objetivo.

Quer ganhar dinheiro a fazer apostas? Descubra o que é preciso para ser um apostador profissional.

Recursos de apostas - Capacitar as suas apostas

Os Recursos de apostas da Pinnacle são um dos conjuntos mais abrangentes de conselhos de especialistas sobre apostas que se podem encontrar online. Dar resposta a todos os níveis de experiência - o nosso objetivo é simplesmente capacitar os apostadores a obterem mais conhecimentos.