Antevisão do Grupo H do Campeonato do Mundo de Futebol

Antevisão do Grupo H do Campeonato do Mundo de Futebol

Previsões do Grupo H do Campeonato do Mundo de Futebol

Quem se qualificará no Grupo H do Campeonato do Mundo?

Probabilidades de apostas no Grupo H

Antevisão do Grupo H do Campeonato do Mundo de Futebol

O Grupo H do Campeonato do Mundo é um dos grupos mais equilibrados no torneio, mas quem se qualificará no grupo? Leia esta análise dos especialistas com a antevisão do Grupo H do Campeonato do Mundo de Futebol e as previsões antes do início do torneio.

Previsões do Grupo H do Campeonato do Mundo de Futebol: o que dizem as probabilidades?

Previsões do Grupo H do Campeonato do Mundo de Futebol

Posição             

Equipa

Pontos Mais de/Menos de

1

Colômbia

4,5

2

Polónia

4,5

3

Senegal

3,5

4

Japão

3,5

 

Polónia

Classificação Mundial Elo: 19

Classificação das melhores equipas do Campeonato do Mundo da Pinnacle: 13

Melhor desempenho anterior: 3.º (1974, 1982)

Melhor marcador na qualificação: Robert Lewandowski (16 golos)

Principal jogador: Robert Lewandowski

Probabilidades de avançar da fase de grupos: 1,520*

Probabilidades de ganhar o Campeonato do Mundo: 61,430*

A Polónia teve um desempenho impressionante no grupo E de qualificação da UEFA, tendo perdido apenas um jogo. Robert Lewandowski, do Bayern de Munique, foi fundamental nesse sucesso, tendo marcado 16 golos em 10 jogos. Lewandowski é o capitão e o melhor marcador da seleção polaca, e será uma presença importante para a equipa na Rússia.

No entanto, esta equipa polaca possui mais elementos de qualidade para além de Lewandowski. O guarda-redes Wojciech Szczesny tem sido preparado para suceder a Gianluigi Buffon na Juventus e será defendido pelos experientes Kamil Glik e Lukas Piszcek. Grzegorz Krychowiak pode ter tido uma época difícil no West Brom, mas é um jogador habilidoso a nível internacional.

Um dos jogadores mais interessantes da equipa polaca é Piotr Zielinski, que joga atualmente no Nápoles. O jovem médio irá provavelmente ocupar uma posição mais livre atrás de Lewandowski, onde a sua capacidade de romper as linhas defensivas será vital. O jovem polaco realiza um número considerável de fintas por jogo e é capaz de desagregar defesas sólidas com um momento de qualidade imprevisível.

Os restantes jogadores da equipa polaca são bons jogadores, mas não se enquadram na categoria do espetacular. Bartosz Bereszynski é bom em termos defensivos, mas é pouco mais do que isso. A posição de médio ao lado de Krychowiak e a posição central ao lado de Glik serão provavelmente ocupadas por jogadores oriundos da liga nacional da Polónia, que se encontra alguns níveis abaixo das melhores divisões da Europa. Esses jogadores terão de aumentar o nível ao defrontarem as outras equipas neste grupo.

Uma área de preocupação para a Polónia pode ser a ala direita com que conta habitualmente. Piszczek e Blaszczykowski formaram uma parceria muito produtiva tanto ao nível do clube como ao nível internacional durante anos, mas ambos já têm 32 anos e já passaram o seu auge. Os dois jogadores têm também uma propensão cada vez maior para lesões e Blaszczykowski já não joga desde novembro. Piszczek tem ficado habitualmente no banco do Dortmund depois de voltar de uma rotura de ligamentos no joelho.

É especialmente importante que estes dois estejam em boa forma e prontos para contribuir, considerando que as maiores ameaças à progressão da equipa são particularmente fortes no lado esquerdo. É provável que o Senegal ponha a jogar o emocionante Keita Baldé na sua posição favorita de extremo esquerdo enquanto a Colômbia posiciona com frequência o colega de Lewandowski no Bayern de Munique, James Rodriguez, numa posição de lateral esquerdo flutuante. Se os veteranos da Polónia não acompanharem o ritmo, então os seus adversários podem ser felizes nessa área do campo.

Este é um grupo bem renhido e, para os polacos, será um feito qualificarem-se nesta fase. É pouco provável que obtenham a pontuação máxima nos seus primeiros dois jogos (Senegal seguido da Colômbia) e, provavelmente, precisarão de ganhar ao Japão para avançar. Num grupo tão compacto, uma aposta em como a Polónia não ganha o grupo H avaliada em 1,416* poderá oferecer valor.

Senegal

Classificação Mundial Elo: 19

Classificação das melhores equipas do Campeonato do Mundo da Pinnacle: 27

Melhor desempenho anterior: Quartos de final (2002)

Melhor marcador na qualificação: Diafra Sakho, Cheikh N’Doye (2 golos)

Principal jogador: Kalidou Koulibaly

Probabilidades de avançar da fase de grupos: 2,440*

Probabilidades de ganhar o Campeonato do Mundo: 212,510*

A campanha de qualificação do Senegal parece bastante simples no papel. Os senegaleses qualificaram-se sem derrotas, com quatro vitórias e dois empates do Grupo D da CAF.

Contudo, o que a tabela não mostra é a controversa partida inicial jogada fora contra a África do Sul, em que o Senegal perdeu 2-1. Este jogo teve de ser repetido devido ao facto de o resultado do jogo ter sido manipulado pelo árbitro. Os senegaleses ter-se-iam acabado por qualificar de qualquer forma, mas aquele jogo manchou o que seria, de outra forma, uma campanha de qualificação garantida,

já que a seleção senegalesa possui a equipa mais forte do continente africano. Em termos de valor de transferência, esta equipa está classificada como a mais cara do grupo e contém talentos dignos de constar nas melhores equipas deste torneio. Os nomes de destaque são Sadio Mané, do Liverpool, e Kalidou Koulibaly, do Nápoles.

Mané tem sido ofuscado pelo brilho de Mo Salah nesta época, mas fez ele próprio uma época impressionante. Já marcou mais de 10 golos na Premier League, tendo ao mesmo tempo criado oportunidades para os colegas, já para não mencionar as goleadas que realizou na corrida do Liverpool à Liga dos Campeões. Além disso, poderá também jogar na sua posição favorita de ala direito na equipa do Senegal. Mané tem jogado predominantemente à esquerda ao nível do clube nesta época para dar espaço a Salah, mas prefere ter a opção de afastar os laterais com o seu pé mais forte.

Embora Mané seja o nome de destaque que a maioria das pessoas associa ao Senegal, Koulibaly é o seu jogador mais importante. Está entre os melhores centrais do futebol do mundo. Kalidou realizou uma média de 88,8 passes por jogo na Serie A nesta época, o que representa o segundo melhor número entre todos os jogadores na liga. Koulibaly é uma figura de destaque na defesa e será essencial para o sucesso do Senegal no torneio. Pode ter a certeza de que vai iniciar ataques de longe com a amplitude excecional dos seus passes de bola.

Será apoiado à defesa por Kara Mbodj ou Salif Sané, dependendo da boa forma física, sendo ambos muito fortes em termos defensivos, mas não tendo a amplitude dos passes de Koulibaly. Youssouf Sabaly, do Bordeaux, que joga como lateral esquerdo na seleção, é um defesa com que se pode contar; a posição à direita é ocupada por Lamine Gassama, que joga no Anlayaspor na Superliga turca. A defesa terá de estar na sua melhor forma para proteger o guarda-redes, que não é particularmente forte.

O meio campo senegalês será provavelmente ocupado na íntegra por jogadores da Premier League, como Cheikh Kouyate, Idrissa Gana Gueye e Badou Ndiaye, que jogam regularmente pelos seus clubes. No ataque, Mané dispõe de um elenco de talentos para o apoiar, onde se incluem Keita Baldé, M’baye Niang, Ismaila Sarr e Diafra Sakho, que são inconsistentes, mas capazes de produzir momentos decisivos no jogo. O experiente Moussa Sow será um elemento útil com que contar no banco.

Considerando os níveis de talento desta equipa, o Senegal está talvez ligeiramente subavaliado ao iniciar o torneio. São favoritos frente ao Japão e devem conseguir retirar pontos da Colômbia ou da Polónia, se não mesmo das duas. As probabilidades de 1,826* parecem uma avaliação bastante atraente em como ganham por mais de 3,5 pontos.

Colômbia

Classificação Mundial Elo: 8

Classificação das melhores equipas do Campeonato do Mundo da Pinnacle: 12

Melhor desempenho anterior: Quartos de final (2014)

Melhor marcador na qualificação: James Rodriguez (6 golos)

Principal jogador: James Rodriguez

Probabilidades de avançar da fase de grupos: 1,441*

Probabilidades de ganhar o Campeonato do Mundo: 49,350*

Depois de um torneio soberbo em 2014, a Colômbia está de regresso com uma equipa incontestavelmente mais forte. James Rodriguez transformou-se numa superestrela desde esse torneio, enquanto Radamel Falcao estará ansioso por jogar no seu primeiro Campeonato do Mundo, tendo perdido a edição no Brasil devido a uma lesão.

Apesar da sua qualidade, a um início sólido na qualificação sul-americana seguiram-se cinco jogos sem vitórias, que incluíram uma derrota surpreendente em casa contra o Paraguai, colocando em risco o seu lugar de qualificação automática. Estes aspetos vieram destacar alguma da inconsistência dentro da equipa que terá de ser abordada na Rússia.

Não surpreende, portanto, que esta seleção colombiana possa parecer, por vezes, instável. O par de médios, composto por Yerry Mina, do Barcelona, e Davinson Sanchez, do Spurs, é incrivelmente talentoso, mas também um dos menos experientes do torneio a nível internacional, tendo ambos os jogadores no total apenas 19 internacionalizações. A proteção no meio campo da equipa também não é da mais alta qualidade, uma vez que Abel Aguilar e Carlos Sanchez se aproximam do final das suas carreiras. David Ospina terá de utilizar a sua experiência e apoiar os médios em momentos-chave.

Fabra e Arias no contra-ataque criam excelentes opções de ataque, e ambos serão atentamente observados pelos olheiros no torneio. Muito poderá ser exigido destes dois jogadores, dependendo da forma como o selecionador José Pekerman compõe a equipa.

Experimentaram um sistema de 4-2-3-1 no jogo amigável contra a França, tendo ganho, o que poderia permitir que Muriel, James, Falcao e Cuadrado fossem postos em campo na mesma equipa, mas deixa os flancos abertos e sujeitos a contra-ataque. Isto é particularmente verdade do lado de Fabra, em que Muriel é mais utilizado para jogar como avançado central e pode abandonar as suas responsabilidades defensivas.

A outra opção para Pekerman é um 4-4-2 numa configuração clássica com dois centrais, ocupando James e Cuadrado as posições mais afastadas e oferecendo Duvan Zapata uma presença mais física ao lado de Falcao. Isto faria com que, muitas vezes, Sanchez e Aguilar estivessem em inferioridade numérica no meio campo, o que pode ser problemático. A energia do Senegal e a capacidade de furar barreiras de Zielinski podem ser demasiado para um meio campo colombiano sobrecarregado.

Apesar disto, a qualidade individual desta equipa da Colômbia deverá conseguir fazê-los avançar naquele que será o grupo mais difícil do torneio. James Rodriguez já esteve presente e em grande forma num torneio desta natureza enquanto o ressurgido Falcao espera aproveitar a sua última oportunidade de se estrear num Campeonato do Mundo.

Tudo isto será demasiado para o Japão no jogo inaugural, no qual a Colômbia precisará de uma vitória para evitar que a pressão se acumule quando enfrentarem os restantes adversários do grupo. A Colômbia está avaliada a 1,800* em como ganha o seu jogo inaugural e deverá ter mais do que qualidade suficiente para o fazer.

Japão

Classificação Mundial Elo: 44

Classificação das melhores equipas do Campeonato do Mundo da Pinnacle: 25

Melhor desempenho anterior: 16 avos de final (2002, 2010)

Melhor marcador na qualificação: Genki Haraguchi (4 golos)

Principal jogador: Maya Yoshida

Probabilidades de avançar da fase de grupos: 3,040*

Probabilidades de ganhar o Campeonato do Mundo: 363,580*

O Japão chega a este Campeonato do Mundo numa posição estranha, tendo despedido o selecionador Vahid Halilhodzic apenas dois meses antes de começar o campeonato. É o pior início possível para o novo selecionador, Akira Nishino, já que o seu primeiro jogo competitivo à frente da seleção nacional japonesa será o primeiro jogo contra a Colômbia no Campeonato do Mundo.

Na derradeira tentativa de dar prioridade ao sistema em vez de aos indivíduos, Halilhodzic optou por colocar no banco os seus jogadores mais talentosos – Shinji Kagawa, Shinji Okazaki e Keisuke Honda – em vez de favorecer um estilo de jogo mais físico apostando na finalização. Pode não ter sido bonito, mas funcionou para a qualificação. Os japoneses qualificaram-se em segurança antes do último jogo.

O pragmatismo de Halilhodzic levou a Argélia aos 16 avos de final no Campeonato do Mundo no Brasil e os japoneses contrataram-no para os ajudar a conseguir o mesmo. Ainda não se sabe como será a composição da equipa sob a direção de Nishino, sendo provável que o antigo treinador do Gamba Osaka volte a colocar as estrelas na equipa à custa daqueles jogadores que tiveram um bom desempenho na qualificação.

Os japoneses terão de se adaptar novamente ao seu estilo técnico, focado na posse de bola a tempo de integrar esses jogadores. Dispõem apenas de três jogos amigáveis para o fazer antes de começar o Campeonato do Mundo.

A aumentar os problemas de Nishino está a lesão do seu incontestável melhor jogador, Maya Yoshida. Yoshida é o único jogador à defesa que joga numa liga principal. É também o jogador mais alto de uma equipa que pode sentir dificuldade em defender jogadas de bola parada contra a altura de outras equipas no Grupo H. Das equipas qualificadas, só a Arábia Saudita tem uma altura média inferior à do Japão.

É difícil ver o Japão a produzir uma surpresa neste torneio se considerarmos a agitação que tem afetado o que é normalmente uma equipa bem organizada. São os forasteiros do grupo e é improvável que melhorem face à campanha de 2014, na qual obtiveram apenas um ponto.

Estão disponíveis probabilidades com uma avaliação de 1,649* em como obtêm menos de 3,5 pontos e devem proporcionar valor com tal avaliação, considerando os desafios com que provavelmente se irão defrontar no torneio. 

A seguir: Antevisão do Grupo A do Campeonato do Mundo de Futebol

Obtenha as melhores probabilidades para o Campeonato do Mundo de 2018 e os melhores conselhos de apostas para o Campeonato do Mundo com a Pinnacle.

Probabilidades sujeitas a alteração

Recursos de apostas - Capacitar as suas apostas

Os Recursos de apostas da Pinnacle são um dos conjuntos mais abrangentes de conselhos de especialistas sobre apostas que se podem encontrar online. Dar resposta a todos os níveis de experiência - o nosso objetivo é simplesmente capacitar os apostadores a obterem mais conhecimentos.