A história do Campeonato do Mundo de Futebol

Quando começou o Campeonato do Mundo de Futebol?

Quem ganhou mais Campeonatos do Mundo de Futebol?

Que Campeonato do Mundo de Futebol teve mais golos?

Quem são os melhores marcadores do Campeonato do Mundo de Futebol?

A história do Campeonato do Mundo de Futebol

A 21.ª edição do Campeonato do Mundo de Futebol da FIFA terá lugar na Rússia com início marcado a 14 de junho de 2018. Embora os apostadores analisem as probabilidades para tentar encontrar valor no torneio deste ano, há diversos dados estatísticos e factos interessantes ao longo da história do Campeonato do Mundo de Futebol. Continue a ler para ficar a saber tudo o que precisa sobre o Campeonato do Mundo de Futebol.

Quando começou o Campeonato do Mundo de Futebol?

O Campeonato do Mundo decorreu pela primeira vez em 1930. Antes da primeira edição do Campeonato do Mundo de Futebol, os Jogos Olímpicos eram vistos como uma grande competição internacional de futebol (embora tivesse havido torneios em anos anteriores, a inclusão do futebol nos jogos de 1900 foi a primeira edição oficialmente reconhecida pelo Comité Olímpico Internacional).

O crédito pelo nascimento do Campeonato do Mundo de Futebol foi atribuído ao Presidente da FIFA da época, Jules Rimet, e ao Secretário da Federação Francesa de Futebol, Henri Delaunay. A decisão oficial de organizar um “campeonato mundial” foi tomada a 28 de maio de 1928 no Congresso da FIFA em Amesterdão.

A equipa mais jovem (por idade média da equipa) a ganhar o Campeonato do Mundo de Futebol foi o Brasil em 1970 (24,36 anos) e a equipa mais velha a ganhar o Campeonato do Mundo de Futebol foi a Itália em 2006 (28,22 anos).

A Hungria, a Itália, a Holanda, a Espanha e a Suécia ofereceram-se para serem os anfitriões do primeiro Campeonato do Mundo de Futebol, mas o Uruguai foi o candidato que sobressaiu – tinha ganho os dois anteriores torneios de futebol nos Jogos Olímpicos e ofereceu-se para pagar todas as despesas das nações participantes.

Treze nações participaram no primeiro Campeonato do Mundo de sempre: o anfitrião Uruguai, a Argentina, a Bélgica, a Bolívia, o Brasil, o Chile, a França, o México, o Paraguai, o Peru, a Roménia, os Estados Unidos e a Jugoslávia. Os primeiros jogos foram jogados em simultâneo com a França a vencer o México por 4-1 e os Estados Unidos a derrotar a Bélgica por 3-1.

O Uruguai começou o Campeonato do Mundo de 1930 da mesma forma que o terminou: com uma vitória no Estádio Centenario em Montevideo – a primeira, por 1-0 contra o Peru na fase de grupos e a última, por 4-2 contra a Argentina na final, acabando por ser coroado vencedor do primeiro Campeonato do Mundo de sempre.

Quem ganhou mais Campeonatos do Mundo de Futebol?

Ser anfitrião do Campeonato do Mundo tem vantagens óbvias – o país anfitrião ganhou os dois primeiros torneios (o Uruguai em 1930 e a Itália em 1934). A Itália manteve o título em 1938 antes de o torneio ser cancelado em 1942 e 1946 devido à Segunda Guerra Mundial.

A competição foi retomada em 1950 com o Uruguai a vencer o seu segundo título. A Alemanha tornou-se a terceira equipa a vencer o Campeonato do Mundo com o seu triunfo na Suíça em 1954 antes de o Brasil ter ganho o seu primeiro título em 1958. Desde então, os brasileiros conseguiram ganhar o Campeonato do Mundo cinco vezes, detendo o recorde de vitórias (1958, 1962, 1970, 1994 e 2002) – a Itália e a Alemanha estão logo atrás com quatro títulos cada.

Na tabela abaixo, mostramos os países que mais Campeonatos do Mundo ganharam:

Quem ganhou mais Campeonatos do Mundo de Futebol?

País

N.º de vitórias do Campeonato do Mundo

Anos em que venceu

Brasil

5

1958, 1962, 1970, 1994, 2002

Alemanha*

4

1954, 1974, 1990, 2014

Itália

4

1934, 1938, 1982, 2006

Argentina

2

1978, 1986

Uruguai

2

1930, 1950

Inglaterra

1

1966

França

1

1998

Espanha

1

2010

*Inclui a representação como Alemanha Ocidental de 1954-1990.

Que Campeonato do Mundo de Futebol teve mais golos?

Dois dos Campeonatos do Mundo mais recentes (1998 e 2014) detêm o recorde do maior número de golos com 171 golos e os dois mais antigos (1930 e 1934) detêm o recorde do menor número de golos, ficando-se nos 70 golos.

No entanto, quando se levam em consideração as alterações de formato e o número de jogos disputados – só houve 18 jogos no torneio de 1930 comparativamente com os 64 jogos de 1998 em diante – o Campeonato do Mundo de 1954 teve o maior número de golos (5,38 por jogo) e o de 1990 teve o menor número de golos (2,21).

Quem são os melhores marcadores do Campeonato do Mundo de Futebol?

Embora a Alemanha não tenha ganho o maior número de títulos do Campeonato do Mundo, a equipa tem um dos recordes mais impressionantes no torneio – chegou aos quartos de final ou melhor 17 vezes, às meias finais 12 vezes e à final em oito ocasiões diferentes. Uma vez que os alemães jogaram o maior número de jogos na história do torneio (106), não é de surpreender que tenham marcado o maior número de golos (224).

O golo de Pelé contra o País de Gales em 1958 torna-o no marcador mais jovem na história do torneio aos 17 anos, 7 meses e 27 dias.

O total de 27 golos (5,40 por jogo) da Hungria em 1954 é o máximo marcado por uma só equipa em qualquer Campeonato do Mundo – a sua diferença de golos de +17 (+3,2 por jogo) é também a mais elevada. A Hungria marcou nove golos contra a Coreia do Sul em 1954 e, depois de sofrer sete golos contra a Turquia no seu segundo jogo, a Coreia do Sul detém o recorde do maior número de golos sofridos num torneio (16) e da pior diferença de golos (-8,0 por jogo).

Miroslav Klose, da Alemanha, é o melhor marcador de todos os tempos na história do Campeonato do Mundo, tendo marcado 16 golos. O francês Just Fontaine detém o recorde do maior número de golos num só torneio (13 em 1958) e Oleg Salenko marcou o maior número de golos num só jogo (cinco na vitória da Rússia por 6-1 contra os Camarões em 1994).

Outros dados estatísticos, factos e recordes da história do Campeonato do Mundo

Houve oito vencedores diferentes nos 20 torneios do Campeonato do Mundo, mas só duas nações conseguiram manter o título em dois campeonatos consecutivos (Itália em 1934 e 1938 e o Brasil em 1958 e 1962).

O Brasil também é a única equipa a ter competido em todos os Campeonatos do Mundo e o seu jogador mais famoso – Pelé – ganhou o maior número de Campeonatos do Mundo (três). Antonio Carbajal, do México, e Lothar Matthäus, da Alemanha, jogaram no maior número de torneios, tendo estado presentes em cinco campeonatos cada (Gianluigi Buffon esteve na equipa em cinco torneios, mas só jogou em quatro).

Norman Whiteside, da Irlanda do Norte, tem a honra de ser o jogador mais jovem alguma vez a jogar no Campeonato do Mundo aos 17 anos e 41 dias (1982) enquanto o colombiano Faryd Mondragón é o jogador mais velho a ter jogado com 43 anos e 3 dias (2014). O egípcio Essam El-Hadary (45 anos) baterá este recorde assim que jogar no Campeonato do Mundo de 2018.

O golo de Pelé contra o País de Gales em 1958 torna-o no marcador mais jovem na história do torneio aos 17 anos, 7 meses e 27 dias. Roger Milla, dos Camarões, é o marcador mais velho com 42 anos, 1 mês e 8 dias (contra a Rússia em 1994).

A equipa mais jovem (por idade média da equipa) a ganhar o Campeonato do Mundo de Futebol foi o Brasil em 1970 (24,36 anos) e a equipa mais velha a ganhar o Campeonato do Mundo de Futebol foi a Itália em 2006 (28,22 anos). O sucesso da Itália no Campeonato do Mundo em 2006 foi também apenas a segunda vez desde a Alemanha Ocidental em 1974 que uma equipa tinha ganho o Campeonato do Mundo com uma equipa composta por jogadores apenas de uma liga nacional (Serie A) – a equipa italiana em 1982 (também Serie A) foi a outra ocasião.

Obtenha as melhores probabilidades para o Campeonato do Mundo de 2018 e os melhores conselhos de apostas para o Campeonato do Mundo com a Pinnacle.

Recursos de apostas - Capacitar as suas apostas

Os Recursos de apostas da Pinnacle são um dos conjuntos mais abrangentes de conselhos de especialistas sobre apostas que se podem encontrar online. Dar resposta a todos os níveis de experiência - o nosso objetivo é simplesmente capacitar os apostadores a obterem mais conhecimentos.