nov 1, 2022
nov 1, 2022

Uso de dados de rendimentos para avaliar a qualidade dos times da Copa do Mundo 2022

Como os rendimentos podem determinar o sucesso na Copa do Mundo?

Salário médio dos jogadores vs. probabilidade implícita na Copa do Mundo do Catar

Rendimentos e salários na Copa do Mundo 2022

Quanto os jogadores ganham na Copa do Mundo?

Uso de dados de rendimentos para avaliar a qualidade dos times da Copa do Mundo 2022

Os times internacionais participam de poucos jogos em comparação com os clubes. Por isso, é muito difícil avaliar a qualidade dos times. As quatro principais nações na Aposta futura para a Copa do Mundo 2022 passaram pelo processo de classificação com facilidade e, ainda que o desempenho nessas partidas seja relevante, pode ser útil para os apostadores encontrar métodos alternativos para classificar o padrão dos 32 times que jogarão no Catar.

É possível avaliar o valor teórico dos jogadores em uma escalação ao observar as estatísticas relevantes em sites como Transfermarkt. No entanto, o ponto fraco desse método é que jogadores veteranos não apresentam altos valores devido ao tempo limitado de carreira restante.

Apenas um jogador com mais de 31 anos de idade aparece no top 100, fazendo com que as classificações de Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e Robert Lewandowski sejam relativamente baixas. Ainda assim, as seleções dos respectivos países em que esses jogadores foram escalados dependem deles na Copa do Mundo.

Portanto, faz sentido analisar os rendimentos das 32 seleções porque, obviamente, os melhores jogadores dispõem dos salários mais altos. O economista Stefan Szymanski observou uma forte correlação entre despesas com rendimentos e posição média nas ligas de futebol domésticas. Por isso, é sensato aplicar essa lógica também para o cenário do futebol internacional.

Metodologia

Para estabelecer um time para cada país, selecionamos 20 jogadores que participaram das fases de classificação para o Catar (ou de amistosos recentes). Os jogadores mais usados foram selecionados o máximo de vezes possível, embora a disponibilidade de dados salariais indique que alguns jogadores com menor quantidade de minutos jogados tiveram de ser incluídos. No entanto, cada time tem pelo menos um jogador em cada posição de goleiro, zagueiro, meio-campo e atacante. Assim, temos uma aproximação razoável das escalações que serão vistas no Catar.

As informações sobre rendimentos foram extraídas de sites como Capology, Salary Sport e Football Manager. Muitas das estatísticas são estimativas, mas não oferecem um guia razoável.

Salário médio dos jogadores e probabilidade implícita de vencer a Copa do Mundo

Como seria de se esperar, nossos dados seguem, em linhas gerais, as probabilidades futuras para o torneio e dividem-se em dois grupos distintos, se bem que de tamanhos desiguais.

Existem nove seleções com probabilidades que sugerem pelo menos 5% de chance de vitória na Copa do Mundo no Estádio Icônico de Lusail em 18 de dezembro, e esses são os únicos países que apresentam um rendimento médio dos jogadores acima de 100.000 por semana. Obviamente, essa informação não é uma coincidência completa, visto que jogadores melhores ganham mais dinheiro.

In-article-image-Graph-3.jpg

Mesmo nesse nível de jogadores de elite, é possível fazer uma clara separação. Temos dois grupos de três países muito próximos entre si, enquanto Brasil, França e Alemanha posicionam-se de maneira independente em uma direção diferente.

O último time é o sexto favorito (no momento em que este artigo foi escrito) e é um caso muito interessante no quesito salário. A Alemanha não conta com nenhum dos 10 jogadores mais bem pagos, mas escalou 7 jogadores colocados entre 11o e 23o lugar, o que dá vantagem ao time entre os top 25 como nenhuma outra seleção.

A França conta com Kylian Mbappé, que tem o salário mais alto, enquanto Karim Benzema é o nono colocado na lista de classificação de rendimentos. Eles não têm o nível de intensidade da Alemanha e ambos os times ficarão separados até a final, caso vençam na fase de grupos. Se os dados salariais não forem confiáveis, a Alemanha parece ser uma seleção com bom valor.

O melhor entre os demais - probabilidade implícita de alcançar a fase eliminatória na Copa do Mundo

Os dados de rendimentos usados em um estudo semelhante realizado antes da Copa do Mundo 2018 indicavam que Senegal e Sérvia tinham maior chance de sucesso do que a sugestão das probabilidades indicava. Ainda que nenhum dos times tenha vencido na fase de grupos, o Senegal perdeu apenas por um gol aos 90 minutos, enquanto a Sérvia foi desclassificada apenas pelo sistema de pontos de Fair Play da FIFA.

Nenhum dos times conseguiria chegar à fase eliminatória sem vencer na fase de grupos. Existe algum time em posição financeira semelhante no Catar?

Nenhum dos 23 times restantes tem mais de 3,2% de chance de vencer a Copa do Mundo e, por isso, não vale a pena avaliar a situação financeira desses times. Vemos aqui como os salários médios dos jogadores se comparam com a probabilidade implícita de seguir adiante na fase de grupos.


In-article-image-Graph-2.jpg

Temos vários times que apresentam uma colocação interessante com relação à nossa linha de tendência. Por exemplo, o Equador e o Senegal apresentam (no momento em que este artigo foi escrito) probabilidades quase idênticas de classificação no Grupo A (do qual também fazem parte a Holanda e a seleção anfitriã do Catar), ainda que os salários estejam quase que em extremidades opostas na escala entre esses 23 times. Pela lógica dos rendimentos, o Senegal é a seleção mais esperta.

Os sérvios podem provar que são uma boa opção de valor.

Sérvia e Suíça também são uma combinação em que vale a pena ficar de olho. Essas duas seleções estão estreitamente alinhadas em termos salariais e de probabilidades, e competirão com Brasil e Camarões no Grupo B. Os sérvios podem provar que são uma boa opção de valor. A probabilidade da Suíça se classificar é 6,3% maior, mas o time tem apenas 0,4% a mais com relação ao salário total entre os times do mesmo grupo.

Ficar abaixo da linha de tendência não faz com que o time seja automaticamente uma boa aposta. O Marrocos está nessa situação, mas o time precisa superar a Croácia, que é a nação mais bem paga entre esses times, além da Bélgica, que está na faixa salarial de elite.

Da mesma maneira, uma posição acima da linha não faz com que um país seja uma escolha ruim. Podemos ver esse cenário com o México e a Polônia, que apresentam probabilidades semelhantes de vencer no Grupo C (provavelmente com a Argentina, às custas da Arábia Saudita). Os poloneses são pagos quase duas vezes mais coletivamente, mas, como é possível ver agora, o salário médio dos jogadores pode ocultar alguns pontos relevantes.

Faixa salarial dos jogadores escalados para a Copa do Mundo

Robert Lewandowski é um dos melhores atacantes do mundo e recebe uma remuneração adequada por suas aptidões e habilidades. Ele provavelmente estará entre os 25 jogadores mais bem pagos da Copa do Mundo 2022.

Mas isso significa que ele ganha muito mais do que a maioria dos colegas de time; por exemplo, enquanto a França tem 19 jogadores representados neste estudo que ganham pelo menos 100.000 por semana, a Polônia tem apenas 3.

Portanto, vale a pena observar como a faixa salarial de um time se compara com a renda do jogador mais bem pago. Esses dados indicam o quão nivelados são os salários dos jogadores de uma seleção.

in-article-image-4.jpg

A Costa Rica se distancia do restante graças a Keylor Navas. O goleiro do Paris Saint-Germain, que anteriormente jogava no Real Madrid, ganha quase dois terços dos rendimentos totais semanais pagos à seleção da nação dele.

A extremidade oposta da escala indica uma interpretação interessante. A Alemanha e a Inglaterra são os dois times mais equilibrados, e a expectativa é de que ambos tenham um bom desempenho no torneio. Vale observar também que a Dinamarca é a quarta (no lado direito do gráfico). Ainda que seja o azarão a percorrer todo o caminho, a Dinamarca tem as probabilidades mais baixas entre os 23 times, com uma média salarial inferior a 100.000 por semana.

Se futebol é um jogo de elos fracos, como Chris Anderson e David Sally afirmam no livro The Numbers Game, as nações com salários mais nivelados devem prosperar no Catar.

Grupo da morte ou da vida

Não importa o nível de ambição de cada nação na Copa do Mundo: todas as seleções podem ter a certeza de que são importantes na fase de grupos. Por meio dos dados salariais, podemos estabelecer quais seções do torneio parecem menos ou mais equilibradas. 

Grupo

Time

Salário do time

Faixa salarial do grupo

% do salário do grupo

Probabilidade de classificação do grupo

A

Holanda

2.284.224

2.047.512

54,2%

76,4%

Senegal

1.327.674

31,5%

51,0%

Catar

364.000

8,6%

24,9%

Equador

236.712

5,6%

47,7%

B

Inglaterra

2.966.175

2.717.264

67,5%

85,1%

Estados Unidos

683.244

15,5%

45,8%

País de Gales

498.130

11,3%

46,0%

Irã

248.911

5,7%

23,1%

C

Argentina

2.696.708

2.392.708

56,8%

83,9%

Polônia

1.152.576

24,3%

50,6%

México

597.165

12,6%

49,7%

Arábia Saudita

304.000

6,4%

15,8%

D

França

5.647.355

5.448.974

76,4%

83,8%

Dinamarca

1.196.145

16,2%

60,5%

Tunísia

348.729

4,7%

25,9%

Austrália

198.381

2,7%

29,8%

E

Alemanha

4.102.226

3.758.280

50,2%

77,6%

Espanha

3.281.221

40,2%

81,5%

Costa Rica

437.714

5,4%

15,1%

Japão

343.946

4,2%

25,9%

F

Bélgica

2.465.809

2.086.562

49,4%

81,5%

Croácia

1.454.546

29,1%

60,4%

Marrocos

692.764

13,9%

30,2%

Canadá

379.247

7,6%

27,9%

G

Brasil

4.142.012

3.737.457

64,0%

81,8%

Suíça

974.047

15,1%

47,6%

Sérvia

949.704

14,7%

41,3%

Camarões

404.555

6,3%

29,3%

H

Portugal

2.371.282

1.898.838

49,6%

77,9%

Uruguai

1.406.028

29,4%

61,6%

Gana

533.901

11,2%

30,3%

Coreia do Sul

472.444

9,9%

30,3%

O grupo da morte no quesito salário é o Grupo H, pois ele conta com a menor margem entre os times mais bem pagos e aqueles com piores salários. 

Do lado oposto das classificações de igualdade está o Grupo D, em que 92,6% do salário total pertence aos dois principais times mais bem pagos. O Grupo E (90,4%) é semelhante e, dessa maneira, será uma surpresa se França, Dinamarca, Alemanha e Espanha não chegarem às oitavas de final.

Como em qualquer sistema, as informações de avaliação dos salários não são perfeitas. As lesões podem atrapalhar os planos de muitos técnicos e, provavelmente, alguns jogadores escalados para jogar no Catar não tiveram destaque na fase de classificação, ficando fora do escopo deste estudo.

Mas, quando as escalações forem concluídas, a reunião das informações sobre salários poderá valer a pena para os apostadores. Um pouco de conhecimento financeiro pode ajudar na seleção de apostas com bons valores.

Ansioso para a Copa do Mundo 2022? Inscreva-se e faça suas apostas com as incomparáveis probabilidades para a Copa do Mundo 2022 da Pinnacle.

Probabilidades sujeitas a alteração

Recursos de apostas - Capacitar as suas apostas

Os Recursos de apostas da Pinnacle são um dos conjuntos mais abrangentes de conselhos de especialistas sobre apostas que se podem encontrar online. Dar resposta a todos os níveis de experiência - o nosso objetivo é simplesmente capacitar os apostadores a obterem mais conhecimentos.