ago 1, 2018
ago 1, 2018

De que forma é que o Campeonato do Mundo afeta o desempenho na Premier League?

Será que os jogadores se debatem com a fadiga?

O desempenho de uma equipa muda depois de um Campeonato do Mundo?

Será que o Campeonato do Mundo de Futebol consegue beneficiar as equipas da Premier League?

De que forma é que o Campeonato do Mundo afeta o desempenho na Premier League?

O Campeonato do Mundo é o maior evento do futebol. Embora os adeptos e os apostadores fiquem enredados na emoção, é fácil esquecer que foi mais um mês de trabalho para os jogadores. Será que o Campeonato do Mundo tem um impacto negativo no desempenho nas ligas nacionais de futebol? Continue a ler para ter a resposta.

Trinta e duas equipas participaram no Campeonato do Mundo de Futebol que decorreu este ano na Rússia. Mais de 700 jogadores de diversas ligas nacionais desempenharam o seu papel nos eventos que tiveram lugar ao longo do torneio de quatro semanas. Muitos dos jogadores têm agora muito pouco tempo para descansar antes de começarem as suas novas épocas nacionais.

Algumas ligas (como é o caso da MLS e da Super Liga chinesa) continuaram a jogar durante o Campeonato do Mundo e, embora outras não comecem a jogar até mais tarde no ano, as cinco principais ligas europeias de futebol (Premier League, Serie A, La Liga, Ligue 1 e Bundesliga) começam todas a jogar em agosto. Isto levanta uma questão óbvia: que impacto é que o Campeonato do Mundo tem nas ligas nacionais de futebol?

Será que os jogadores se debatem com a fadiga?

A principal preocupação dos clubes que têm jogadores a regressar de jogos internacionais fora de época é a fadiga. Apesar de algumas ligas fazerem uma pausa a meio da época (sendo a Premier League a única das ligas europeias acima mencionadas que não o faz), os jogadores terão estado sob um maior esforço físico ao longo das últimas seis semanas.

Uma grande parte dos países terá começado os seus preparativos para o Campeonato do Mundo menos de duas semanas depois do último jogo da época nacional – e muitos deles mesmo antes do último jogo da época de futebol europeu (a final da Liga dos Campeões) ter sido jogado.

Dado que os jogadores já estarão a treinar há três semanas antes de o torneio começar e, depois, jogarão até sete jogos em menos de quatro semanas (eliminando completamente o habitual período de seis semanas de descanso), os efeitos adversos da fadiga serão, com toda a razão, um motivo de preocupação.

Para os efeitos deste artigo, os dados analisados centrar-se-ão principalmente na Premier League. Detalhámos abaixo os principais dez jogadores da Premier League que mais se esforçaram fisicamente no Campeonato do Mundo de Futebol de 2018. 

Maior número de minutos jogados no Campeonato do Mundo por jogadores da Premier League

Jogador

Clube

Minutos jogados

John Stones

Manchester City

645

Harry Maguire

Leicester City

645

Kieran Tripper

Tottenham Hotspur

580

Harry Kane

Tottenham Hotspur

573

Kevin De Bruyne

Manchester City

540

Jan Vertonghen

Tottenham Hotspur

540

Paul Pogba

Manchester United

539

Jesse Lingard

Manchester United

527

Eden Hazard

Chelsea

518

Romelu Lukaku

Manchester United

476


Maior distância percorrida pelos jogadores da Premier League no Campeonato do Mundo

Jogador

Clube

Distância percorrida (km)

John Stones

Manchester City

69,1

Jesse Lingard

Manchester United

67,8

Kieran Trippier

Tottenham Hotspur

67,6

Kevin De Bruyne

Manchester City

65,4

Harry Maguire

Leicester City

65,1

Harry Kane

Tottenham Hotspur

62,7

Paul Pogba

Manchester United

58,2

Eden Hazard

Chelsea

56,9

Jan Vertonghen

Tottenham Hotspur

55,4

Christian Erikson

Tottenham Hotspur

51,8

 Estas estatísticas para os jogadores individuais tornam-se mais interessantes quando os agrupamos por equipas. 

Maior número de minutos jogados e maior distância percorrida no Campeonato do Mundo pelas equipas da Premier League

Equipa

Minutos jogados

Distância percorrida (km)

Tottenham Hotspur

4816

515,2

Manchester City

4583

511,3

Manchester United

3956

404,7

Chelsea

3584

337,6

Liverpool

2094

229,9

Leicester

1972

190,0

Arsenal

1820

184,5

O desempenho de uma equipa muda entre o antes e o depois de um Campeonato do Mundo?

No Campeonato do Mundo deste ano, jogaram 87 jogadores da Premier League. Esta tabela mostra o número de representantes de cada equipa:

Número de jogadores no Campeonato do Mundo de cada equipa da Premier League

Equipa

Número de representantes

Manchester City

16

Manchester United

12

Tottenham Hotspur

12

Arsenal

8

Leicester City

8

Liverpool

7

Southampton

4

Everton

3

Huddersfield

3

West Ham

3

Brighton

2

Burnley

2

Cardiff

2

Wolves

2

Crystal Palace

1

Fulham

1

Watford

1

Bournemouth

0

Newcastle United

0

É de esperar que as equipas de elite tenham uma maior representação nos principais torneios internacionais de futebol e, assim sendo, serão possivelmente mais afetadas pela fadiga do que as outras equipas no início da época seguinte.

Com o objetivo de tentarmos quantificar o impacto que um torneio como o Campeonato do Mundo tem sobre as equipas numa época nacional, podemos comparar a média de pontos por jogo (PPJ) a partir dos últimos dez jogos da época antes do torneio face aos primeiros dez jogos da época depois de um torneio e dividir as equipas mediante a representação de jogadores acima e abaixo da média.

A tabela abaixo analisa o desempenho das equipas da Premier League em termos de diferença média de PPJ a partir de antes e depois de cada um dos últimos cinco torneios do Campeonato do Mundo.

Alteração de PPJ entre antes e depois de um Campeonato do Mundo

 -

Alteração de PPJ entre antes e depois do Campeonato do Mundo

Campeonato do Mundo de Futebol

Representação acima da média

Representação abaixo da média

1998

-0,11

-0,06

2002

-0,22

+0,16

2006

-0,25

+0,04

2010

-0,12

-0,13

2014

-0,13

-0,03

É óbvio que existem imensos sinais de alerta que advêm desta análise. A representação média baseia-se no número de jogadores em cada equipa internacional e não leva em consideração quantos minutos eles jogaram durante o torneio. Além disso, a média de PPJ é obtida a partir de uma amostra de dez jogos de cada equipa no torneio e a qualidade do adversário não será exatamente a mesma.

Os jogadores já estarão a treinar há três semanas antes do torneio e, depois, jogarão até sete jogos em menos de quatro semanas e, por isso, os efeitos adversos da fadiga serão um motivo de preocupação.

Tal como acontece com qualquer comparação ao longo de várias épocas, é importante lembrar que muita coisa pode acontecer ao longo das férias de verão (as equipas podem mudar de treinador e contratar novos jogadores). É igualmente importante considerar a alteração na motivação a partir logo do início da época quando tudo ainda está para ser jogado comparativamente ao final, quando tudo já poderá estar definido.

Apesar do facto de ser necessária mais investigação antes de se poderem encontrar quaisquer resultados conclusivos, continua a ser interessante observar que as equipas com um número de jogadores acima da média a participar num Campeonato do Mundo parecem, de facto, apresentar um ligeiro decréscimo no seu desempenho na época seguinte.

Será que o Campeonato do Mundo pode beneficiar as equipas antes de uma época nacional?

Embora o facto de os jogadores que regressam de um Campeonato do Mundo com fadiga e a precisarem de descanso durante os preparativos da pré-época possa ser considerado negativo, há igualmente alguns potenciais aspetos positivos que resultam de jogar durante as férias.

Os jogadores que participam no Campeonato do Mundo podem estar à beira de um “esgotamento” (cansaço físico extremo), mas a prática contínua de exercício físico manterá, pelo menos, os níveis de boa forma física em vez de diminuírem durante um período prolongado de descanso (embora os efeitos do esgotamento possam surgir à medida que a época avança se tiverem pouco ou nenhum descanso).

Os jogos adicionais durante o Campeonato do Mundo podem também ajudar os jogadores a manterem ou a melhorarem a sua forma física antes de começarem uma nova época nacional. Em vez de ver quem ganha prémios individuais, como a Bola de Ouro (melhor jogador do torneio) ou a Bota de Ouro (melhor marcador), fazer uma análise mais aprofundada dos dados do torneio pode destacar jogadores que tiveram um bom desempenho e que podem trazer a sua boa forma física para a época seguinte na Premier League.

Alguns jogadores, de equipas da Premier League, destacaram-se no Campeonato do Mundo e podem levar essa boa forma física para o início da época. Paul Pogba, Kevin De Bruyne, Eden Hazard, Kieran Trippier, John Stones e Harry Maguire foram todos excelentes na criação de oportunidades de golo, no envolvimento no processo de ataque e nas ações defensivas no Campeonato do Mundo de 2018.

Em resumo, o efeito que o Campeonato do Mundo tem no desempenho na Premier League é difícil de medir. Embora alguns estudos de investigação mostrem um ligeiro decréscimo no desempenho das equipas com um número acima da média de representantes no torneio, existem demasiados sinais de alerta e fatores externos adicionais que precisam de ser levados em consideração.

Recursos de apostas - Capacitar as suas apostas

Os Recursos de apostas da Pinnacle são um dos conjuntos mais abrangentes de conselhos de especialistas sobre apostas que se podem encontrar online. Dar resposta a todos os níveis de experiência - o nosso objetivo é simplesmente capacitar os apostadores a obterem mais conhecimentos.