set 5, 2017
set 5, 2017

Apostas de futuras na Premier League: análise das probabilidades em profundidade

Análise das probabilidades de Vencedores da Premier League 2017/18

Quais são as forças e as fraquezas de cada um dos concorrentes?

Qual é a equipa mais consistente na Premier League?

Apostas de futuras na Premier League: análise das probabilidades em profundidade

Enquanto os clubes do futebol inglês continuam a esbanjar dinheiro no mercado de transferências, os apostadores preparam-se para o arranque da época de 2017/18 da Premier League a 11 de agosto. Mas onde está o valor das apostas de futuras na Premier League da Pinnacle? Este artigo examina os seis principais concorrentes nas probabilidades de vencedores da Premier League de 2017/18.

Apesar de ser frequentemente rotulada como a liga de futebol de maior entretenimento do mundo, a Premier League é bastante previsível no que respeita à tabela de classificações final. O sucesso surpresa do Leicester na época de 2015/16 foi uma verdadeira anomalia. 

Nas últimas duas épocas, o Tottenham Hotspur conseguiu acumular mais pontos, perdeu menos jogos, marcou mais e cedeu menos pontos que qualquer outra equipa na Premier League.

O reinado dominante do Manchester United que começou no início da década de 90 pode ter chegado ao fim após Sir Alex Ferguson se ter reformado das funções de treinador (desde a sua saída, a melhor posição alcançada não foi além do quinto lugar), mas a equipa continua a manter-se entre os seis suspeitos do costume para as apostas de futuras na Premier League.

O Manchester City, Chelsea, Manchester United, Arsenal, Liverpool e, nos últimos anos, o Tottenham têm marcado presença nas probabilidades de vencedores da Premier League. Um olhar atento sobre o desempenho de cada uma das equipas nos últimos anos, bem como uma análise das suas forças e fraquezas irão ajudar os apostadores a encontrarem valor nas apostas do vencedor da Premier League.

Manchester City

Após a aquisição pelo Xeque Mansour em 2008, o Manchester City transformou-se num dos maiores concorrentes nas apostas de futuras da Premier League. A equipa iniciou as duas últimas épocas como favorita (2,900* para vencer este ano). No entanto, após duas vitórias do título e dois segundos lugares entre 2011/12-2014/15, os Citizens só terminaram em terceiro e quarto lugar, apesar do bom desempenho nos primeiros seis jogos da época passada.

O estilo de jogo do Manchester City baseia-se na fluidez e nos passes rápidos - a equipa conseguiu a média mais alta de posse de bola na liga na época passada (60,9%), concluiu o maior número de passes por jogo (597,6) e teve a mais elevada taxa de sucesso de passes (85,5%).

Claudio Bravo teve a pior estatística de defesas por golo de qualquer guarda-redes titular na época passada da liga (1,08).

Os desempenhos de Kevin De Bruyne (18 assistências) e Sergio Aguero (20 golos) destacaram-se na época passada, mas os problemas do City estão claramente na defesa. Claudio Bravo teve a pior estatística de defesas por golo de qualquer guarda-redes titular na época passada da liga (1,08) e John Stones cometeu o maior número de erros defensivos que resultaram em golos de qualquer jogador defensivo (3).

O Manchester City investiu mais de 150 milhões de libras num guarda-redes e em quatro defesas (Ederson, Kyle Walker, Danilo e Benjamin Mendy), mas a equipa tem de se adaptar ao estilo de Pep Guardiola e fluir rapidamente para que se justifiquem as probabilidades da Premier League de 2017/18.

Chelsea

Depois de capitular em 2015/16 após ter vencido o título, muitas pessoas tinham desistido do Chelsea na época passada. A abordagem disciplinada de Antonio Conte e a formação 3-4-3 fez maravilhas e os Blues foram confortavelmente coroados campeões pela segunda vez em três anos depois de passarem um total de 184 dias no topo da tabela.

Os golos de Diego Costa valeram 15 pontos na época passada (mais do que qualquer jogador na liga).

Como muitos dos seus rivais, o Chelsea tem estado ocupado com o mercado de transferências: Antonio Rudiger, Tiemoue Bakayoko e Alvaro Morata já assinaram. Mas é a importância do potencial de Diego Costa que vale a notação dos apostadores. Os golos do avançado espanhol valeram 15 pontos na época passada (mais do que qualquer jogador na liga).

A desgraça do Leicester City depois de ter vencido a liga em 2015/16 deveu-se à regressão e ao facto de outros clubes adaptarem o seu estilo de jogo. Na época passada, a principal força do Chelsea foi beneficiar das falhas dos adversários, marcando mais golos em contra-ataque (7) que qualquer outra equipa. Se a isso conseguissem adicionar uma abordagem mais direta como plano B, poderia haver valor em seguir o Chelsea nas apostas futuras na Premier League.

  • O Chelsea conta com 4,45* para ganhar a Premier League novamente. Aposte agora.

Manchester United

O Manchester United passou de uma força quase imparável no futebol inglês a uma equipa que luta para se manter entre as quatro primeiras. Muitos acreditam que José Mourinho é o homem para mudar a maré, mas, apesar do sucesso na Liga Europa no ano passado, ainda há muito a fazer.

Mourinho já adicionou Victor Lindelof e Romelu Lukaku à sua equipa e é este último que pode ser uma contratação crucial. O internacional belga de 24 anos é um dos nomes das probabilidades para Vencedor da Bota de Ouro e terá de preencher o vazio deixado por Zlatan Ibrahimovic (decididamente um dos jogadores mais importantes do Manchester United na última época). 

Converter empates em vitórias foi um grande problema para o Manchester United em 2016/17: a equipa conseguiu o maior número de empates da Premier League na época passada (15) e o seu total de 10 empates em casa é o número conjunto mais elevado de qualquer clube na história da Premier League.

Lukaku terá de melhorar a precisão do remate do Manchester United de 35,53% da época passada e, se Paul Pogba continuar a melhorar, chegar às melhores quatro posições (1,333*) e até vencer a liga (4,45*) poderá transformar-se numa possibilidade real.

Arsenal

Grande parte da época passada do Arsenal foi centrada em Arsene Wenger e se seria uma vítima da falácia dos custos. O Arsenal conseguiu vencer a FA Cup e Wenger assinou um novo contrato na esperança de conseguir terminar a sua espera de 14 anos por mais um título da Premier League.

Talvez o mais importante é se o Arsenal conseguirá manter Alexis Sanchez (marcou 24 golos, fez 10 assistências e criou 78 oportunidades de golo na última época).

A época passada foi a primeira vez que os Gunners não conseguiram ficar entre os quatro primeiros em 20 anos (o seu total de pontos de 75 foi o mais elevado de qualquer equipa a ficar em quinto lugar na história da Premier League) pelo que a Liga Europa à quinta-feira à noite irá abrir um desafio novo.

O acrescento de Alexandre Lacazette irá certamente reforçar a ameaça atacante do Arsenal (marcou 28 golos na Ligue 1 com uma taxa de conversão de 33,33%), mas talvez o mais importante é saber se o clube consegue manter Alexis Sanchez (marcou 24 golos, fez 10 assistências e criou 78 oportunidades de golo na época passada).

Muito provavelmente, os apostadores terão de esperar que o futuro de Alexis Sanchez seja resolvido e esperar que o Arsenal invista em mais jogadores novos - sobretudo à defesa - antes de se sentirem confiantes com as suas hipóteses no mercado de futuras da Premier League - as probabilidades de (1,571*) para terminar entre os primeiros quatro classificados é uma alternativa que pode valer a pena considerar.

  • O Arsenal conta com 12,00* para vencer a Premier League. Aposte agora.

Liverpool

Tal como o Manchester United, o Liverpool passou de ser um dos clubes de maior sucesso no futebol inglês para ser um nome pouco provável para vencer a liga (apesar de ter chegado perto em 2013/14). Jurgen Klopp conseguiu alguns progressos no tempo em que foi treinador mas, tal como muitos dos seus rivais, os Reds precisam desesperadamente de solidificar a sua defesa.

A tática do Liverpool baseia-se bastante no estilo "gegenpress" favorecido por Klopp. A equipa percorreu a maior distância na Premier League na época passada e conseguiu o segundo número mais elevado de desarmes por jogo (18,9). Também remataram sempre que tiveram oportunidade - conseguiram o segundo maior número de remates por jogo (16,8) na última época e marcaram mais golos de fora da área (13).

O Liverpool perdeu mais jogos contra os últimos seis (três) do que contra os seis melhores classificados (nenhum) na época passada da Premier League.

O Liverpool foi incrivelmente imprevisível na época passada. Perdeu mais jogos contra os últimos seis da tabela (três) do que contra os seis primeiros classificados (nenhum), o que destaca o seu mau desempenho nas apostas de handicap. A equipa também só passou 471 minutos a perder (a segunda posição mais baixa da liga) e ganhou mais pontos a partir de posições a perder (18).

Um grande ponto de interrogação contra o Liverpool nas apostas futuras na Premier League reside em como a equipa lidará com as exigência da Champions League. O clube garantiu Salah, Solanke e Robertson até agora, mas terá de adicionar mais força em profundidade antes de competir por um lugar entre os quatro primeiros (2,100*), já para não falarmos em vencer a Premier League (12,00*)

Tottenham

O Tottenham Hotspur tem figurado de forma consistente entre os seis primeiros classificados na Premier League desde que terminou em quarto lugar e garantiu a qualificação para a Champions League pela primeira vez na sua história em 2009/10.

Os Spurs terminaram acima dos seus rivais locais, o Arsenal, pela primeira vez em 22 anos na época passada e irão tentar melhorar com base no seu segundo lugar para vencer o seu primeiro título de sempre da Premier League em 2017/18.

Uma grande preocupação para os apostadores será o potencial impacto que a mudança para Wembley terá no desempenho do Tottenham.

Ao contrário dos seus rivais, o Tottenham não fez grandes mudanças na equipa nos últimos anos. O clube tem o volume mais baixo de gastos líquidos de qualquer clube da Premier League nas últimas cinco épocas. Além de uma defesa bem equilibrada e de um meio campo estável, os Spurs possuem aquela que é decididamente a linha da frente mais perigosa da liga, liderada por Harry Kane, o atual favorito nas apostas para o Bota de Ouro da Premier League

Nas últimas duas épocas, o Tottenham conseguiu acumular mais pontos, perdeu menos jogos, marcou mais e cedeu menos pontos que qualquer outra equipa na Premier League e, mesmo assim, saiu de mãos a abanar. Quer a equipa tenha tido pouca sorte no embate contra equipas mais fortes em cada época ou se não conseguiu resultados sob pressão, a discussão está aberta.

Top 6 da Premier League em duas épocas

Posição

Equipa

Pontos

Vitórias

Empates

Derrotas

Golos marcados

Golos sofridos

Diferença de golos

Pontos

1

Tottenham Hotspur

76

45

21

10

155

61

+94

156

2

Arsenal

76

43

17

16

142

80

62

146

3

Manchester City

76

42

18

16

151

80

71

144

4

Chelsea

76

42

17

17

144

86

+58

143

5

Liverpool

76

38

22

16

141

92

+49

136

6

Manchester United

76

37

24

15

103

64

+39

135

Uma grande preocupação para os apostadores será o potencial impacto que a mudança para Wembley terá no desempenho do Tottenham. Os rivais locais do Arsenal e do West Ham, entre outros, mostraram como as equipas podem enfrentar dificuldades após mudarem de estádio e se os desempenhos na Champions League em Wembley da época passada servirem de exemplo, os Spurs podem estar prestes a ter uma experiência semelhante.

  • O Tottenham está com 9,10* para vencer a Premier League. Aposte agora.

Durante a época da Premier League, poderá encontrar valor nas apostas de cantos, apostas em cartões ou utilizar um modelo de previsão de golos para apostar de forma informada.

Probabilidades sujeitas a alteração

Recursos de apostas - Capacitar as suas apostas

Os Recursos de apostas da Pinnacle são um dos conjuntos mais abrangentes de conselhos de especialistas sobre apostas que se podem encontrar online. Dar resposta a todos os níveis de experiência - o nosso objetivo é simplesmente capacitar os apostadores a obterem mais conhecimentos.