close
jun 18, 2017
jun 18, 2017

Quais são os erros mais comuns que os apostadores desportivos cometem?

Como evitar os erros mais comuns nas apostas

Até que ponto é importante a casa de apostas que escolhe?

Que impacto é que os vieses cognitivos têm nos apostadores?

Quais são os erros mais comuns que os apostadores desportivos cometem?

Embora os Recursos de apostas visem instruir os apostadores sobre tudo, desde os elementos básicos das apostas aos modelos preditivos, alguns apostadores ainda caem nas armadilhas comuns que inibem o sucesso. Este artigo fornece uma explicação básica sobre os erros comuns que os apostadores cometem e como evitá-los. Continue a ler para ficar a saber mais.

Não conseguir compreender o conceito de valor

O valor não é algo tão simples como encontrar uma equipa de futebol, que está avaliada com probabilidades elevadas e que tem uma série de vitórias, face a uma equipa que perdeu uma série de jogos consecutivos.

Quando falamos em valor, referimo-nos a compreender o que as probabilidades de apostas representam, calculando a sua própria estimativa das probabilidades, convertendo-a em probabilidades e, depois, procurar as discrepâncias entre aquilo que julgamos que as probabilidades devem ser e o que a casa de apostas acredita.

Uma das ideias erradas mais comuns nas apostas é que os bons apostadores não perdem. Simplesmente, isso não é verdade. Os bons apostadores perdem menos frequentemente do que ganham, a longo prazo

Por vezes, os apostadores cometem um erro ao determinar o que é o valor. Não é uma opinião, mas antes a utilização da informação, dados, modelos (como golos esperados) e resultados históricos (desempenho do handicap, por exemplo) para formar uma previsão mais precisa do que aquela fornecida pela casa de apostas.

Assim que souber o que é o valor, pode começar a calcular o valor esperado para qualquer aposta que faça; no fundo, este é um cálculo que lhe dirá quanto pode esperar ganhar ou perder, se fizer a mesma aposta inúmeras vezes.

Não escolher a casa de apostas certa

Os apostadores podem escolher de entre um número interminável de casas de apostas. Tal como em qualquer outro setor, existem diferentes abordagens à realização de apostas e cada pessoa afirmará ser a melhor. No entanto, não é preciso muito para analisar as suas opções e descobrir que algumas casas de apostas oferecem muito mais do que outras.

A maioria das casas de apostas oferece apostas grátis e bónus que parecem oferecer valor. O que muitos apostadores não sabem é que, para fornecerem estas ofertas, as casas de apostas irão aumentar as respetivas margens – algo que, em última análise, afeta as probabilidades com que aposta.

Embora estes tipos de casas de apostas atraiam os clientes com dispendiosas campanhas de marketing e falsas promessas, não deixam que os apostadores ganhem. Se fizer apostas com lucros consistentes no tipo de casa de apostas que lhe oferece apostas grátis, os seus limites serão seriamente condicionados ou a sua conta será completamente encerrada.

Escolher uma casa de apostas porque lhe oferece uma aposta grátis é um erro que os apostadores simplesmente não se podem dar ao luxo de fazer – especialmente quando a Pinnacle oferece as probabilidades com o melhor valor, lhe permite apostar quanto quiser e não interdita nem restringe os vencedores.

Não utilizar um método de staking

Se pretende ter lucro com as apostas, precisa de ter um benefício sobre a casa de apostas (a este dá-se o nome de “vantagem”). Um exemplo de ter uma vantagem seria obter conhecimentos de notícias sobre a equipa num jogo de futebol, de alterações climatéricas num jogo da NFL ou de qualquer outra influência potencial sobre o resultado de um jogo que a casa de apostas desconheça.

Método de staking

Método para calcular o montante apropriado de dinheiro a apostar numa aposta para conseguir um lucro consistente como parte de uma estratégia de apostas.

Independentemente da origem da sua vantagem, torna-se redundante se não gerir o seu dinheiro da forma correta. A utilização de métodos de staking é essencial se quiser ganhar dinheiro com as apostas, e não fazê-lo é um erro que pode custar muito aos apostadores.

Se não fizer uma boa gestão do seu dinheiro ao apostar, não lhe restará dinheiro para apostar – é tão simples quanto isso. Não há nada de mal numa abordagem "all in" (apostar tudo), desde que saiba que não pode esperar que ela resulte em lucros consistentes.

Não ter conhecimento da existência de vieses cognitivos

É natural partir do princípio que controlamos os nossos pensamentos e ações, mas aqueles que estão interessados em psicologia e economia comportamental saberão que existem determinados "vieses" que fazem com que os seres humanos se desviem daquilo que classificaríamos como juízos racionais.

O viés de confirmação é aquele que pode ser aplicado às apostas – tem a ver com, na realidade, ser atraído por evidências que sugerem que a aposta que está a fazer é a correta e colocar de parte as evidências que comprovam o contrário.

A utilização de métodos de staking é essencial se quiser ganhar dinheiro com as apostas, e não fazê-lo é um erro que pode custar muito aos apostadores.

A ancoragem é outro viés que os apostadores desconhecem. A ancoragem, também conhecida como focalismo, é a tendência para confiar na primeira informação disponibilizada – tal poderá ser muito prejudicial nas apostas, uma vez que as coisas mudam drasticamente num curto período de tempo.

Esta falta de pensamento objetivo e de raciocínio lógico pode turvar o seu bom senso e dar origem a decisões de apostas baseadas em opiniões e não em pensamento crítico. Os apostadores podem não conseguir controlar os vieses cognitivos, mas um dos maiores erros que se podem cometer é não reconhecer a sua existência.

Estar demasiado preocupado com as perdas

A aversão às perdas – uma preferência por evitar as perdas em vez de adquirir ganhos potenciais – também é prevalecente nas apostas e é outro viés cognitivo de que muitos apostadores não têm conhecimento.

Uma das ideias erradas mais comuns nas apostas é que os bons apostadores não perdem. Simplesmente, isso não é verdade. Os bons apostadores perdem menos frequentemente do que ganham e, se perdem, utilizarão um método de staking para garantir que não perdem todos os seus fundos.

A presença da aleatoriedade e da sorte nas apostas desportivas significa que até os modelos mais sofisticados podem, às vezes, estar errados. Pensar que deve evitar as perdas a todo o custo é um erro que os apostadores devem, sem dúvida, evitar.

Apostar porque é conveniente

Mesmo que os apostadores saibam o que fazer para terem êxito e evitem os erros comuns mencionados acima, o elemento da conveniência pode, mesmo assim, desfazer muito trabalho árduo. 

É claro que, para aqueles que apostam como forma de entretenimento, apostar por conveniência não importa, mas se o objetivo for ter lucro, só deverá apostar quando for a hora certa (quando tiver uma vantagem e um valor esperado positivo).

O aumento da popularidade das apostas depuradas, as apostas online e o aparecimento das aplicações de apostas para dispositivos móveis tornaram o processo de fazer uma aposta muito mais fácil do que antes, e os apostadores que querem ganhar dinheiro não se podem dar ao luxo de apostar porque é conveniente.

Em vez de apostar num jogo de futebol, porque dá na televisão, ou num jogo da NFL, porque a sua casa de apostas lhe enviou uma notificação na aplicação a dizer que aumentaram as probabilidades, fique-se por aquilo que sabe, mantenha-se disciplinado e lembre-se de que está apostar para obter sucesso a longo prazo e não lucro a curto prazo.

Recursos de apostas - Capacitar as suas apostas

Os Recursos de apostas da Pinnacle são um dos conjuntos mais abrangentes de conselhos de especialistas sobre apostas que se podem encontrar online. Dar resposta a todos os níveis de experiência - o nosso objetivo é simplesmente capacitar os apostadores a obterem mais conhecimentos.