jul 8, 2022
jul 8, 2022

Prévia do The Open Championship 2022

The Open Championship 2022: como escolher um vencedor

The Open Championship 2022: quem são os favoritos?

The Open Championship 2022: onde encontrar valor com a Pinnacle?

Prévia do The Open Championship 2022

O 150º The Open Championship será realizado no Old Course, em St Andrews. Neste artigo, Sophie Walker discute onde encontrar valor para as suas apostas antes da final de 2022.

A "Casa do Golfe" receberá mais de 250 mil fãs na costa leste da Escócia. Este é literalmente o local onde o golfe nasceu e o The Open é o mais antigo campeonato relevante de golfe ainda em vigor. 156 golfistas estarão no green na próxima quinta-feira, todos sonhando em levantar o famoso Claret Jug e garantir o título de "Golfista Campeão do Ano".

Major Talk: aproveite vantagens nos mercados de apostas da Pinnacle antes de cada Major de 2022.

O campo

O campo público de golfe links se destaca pelos bunkers profundos e greens gigantescos. Quatorze dos greens do Old Course são divididos entre buracos. Originalmente um campo de golfe de 22 buracos, o Old Course foi alterado para 18 em 1764, razão pela qual os campos de golfe padrão têm 18 buracos no total.

Conseguir um bom resultado na seleção de confrontos nunca é tão significativo quanto em um Open Championship.

O campo de 72 par e 6680 m (7.305 jardas) foi alterado na última década para obter alguma proteção contra a distância dos jogadores do Tour. Nove dos 14 par 4foram alterados no Old Lady” e, com o tempo definido para ser bom, podemos esperar que o curso pareça menos verde e esteja firme e rápido.

A única proteção aqui são os elementos, especialmente o vento, e é importante verificar essa estatística com relação aos tee times antes de se comprometer com sua escolha. A verdade é que conseguir um bom sorteio nunca influenciará tanto o resultado quanto em um Open Championship. Joguei nesse campo muitas vezes e posso dizer que a regra mais simples é bater a bola à esquerda do tee para evitar os bunkers profundos.

The Open 2022: tendências importantes em um vencedor

Jack Nicklaus uma vez disse, Se você pretende ser respeitado como tenista, precisa vencer em St Andrews.”

13 dos últimos campeões do Open venceram o Claret Jug pela primeira vez.

Este será um evento cheio de história, uma vez que este será o 30º Open realizado no Old Course. Um evento do DP World Tour é realizado anualmente neste campo e muitos golpistas afirmam que este é o seu campo de golfe favorito. Tommy Fleetwood é um fã do campo e Tiger Woods uma vez disse É o curso que mais gosto de jogar no mundo.”

As pontuações nos três campeonatos realizados aqui desde 2000 são -14, -16 e -19, classificando este como o campo mais fácil entre os palcos de Opens. Justin Rose ganhou o troféu Amateur Links aqui em 1997 e Tyrrell Hatton – o mestre de St Andrews – tentará se tornar um dos dois grandes campeões ingleses em campeonatos consecutivos após a vitória de Matt Fitzpatrick no US Open. 

The Open Championship 2022: quem são os favoritos?

Scottie Scheffler

O número um do mundo está aproveitando um ano incrível. Com uma média de 69 tacadas, ele acerta mais greens in regulation do que qualquer outra pessoa no PGA Tour. Isso o levou a ganhar quatro títulos e registrar nove classificações entre os 10 primeiros. Para a maioria das pessoas, ele só entrou no radar este ano, mas já acumula seis finalizações entre os oito primeiros em nove grandes campeonatos, incluindo uma recuperação de um corte no PGA Championship com um segundo lugar no US Open do mês passado. Disponível a 14,880* com os especialistas da Pinnacle, o jogador de 26 anos acumula uma média de cinco birdies por rodada e tenta acompanhar seu colega texano Jordan Spieth, que venceu no Masters e no Open.

Xander Schauffele 

Sem nenhum ponto negativo em seu jogo, ele é o 38º do mundo em condução, oitavo em abordagem e 31º em putting.

O jogo de Schauffele é perfeito para Majors, com nove resultados entre os 10 primeiros em 21 tentativas. Ele também conquistou dois títulos do PGA Tour já nesta temporada. O número 11 do mundo é o quarto no total de tacadas conquistadas no PGA Tour deste ano. Sem nenhum ponto negativo significativo em seu jogo, ele é o 38º do mundo em condução, oitavo em abordagem e 31º em putting. Um de seus atributos mais fortes, e que não podem ser medidos, é sua mente brilhante. Schauffele (21,170*) está feliz sendo o azarão, o cara em quem ninguém repara. O campeão olímpico californiano ficou em segundo lugar no Open de 2018 e adoraria chegar mais longe e vencer seu primeiro Major. Atualmente, Schauffele está conquistando o título JP McManus Pro-am contra um campo incrivelmente forte.

The Open Championship 2022: onde encontrar valor para as apostas?

Tyrrell Hatton venceu dois Alfred Dunhill Links Championships e terminou em segundo nas últimas cinco vezes em que participou desse evento do DP World Tour. Ele não se destacou em eventos regulares do tour, mas já terminou entre os 13 melhores no PGA Championship nesta temporada. O que deve fazer a diferença em St Andrews é ele está atualmente em quinto lugar em putting no PGA Tour. Os greens neste curso são imensos, então as tacadas não serão um problema em si, mas o ritmo dos golfistas no putting será um fator decisivo. O jogador de 30 anos adora golfe links e costuma ter um relacionamento de tudo ou nada com o The Open. Ou ele fica totalmente de fora do corte ou termina entre os 10 primeiros, o que justifica as probabilidades voláteis de 46,490* disponíveis na Pinnacle.

Outro jogador a ser considerado é Justin Rose. Ele ficou em segundo no Carnoustie em 2018 e conseguiu o sexto lugar no último Open em St Andrews. O jogador de 41 anos impressionou o público graças a um eagle no seu último buraco em 1998, aos 17 anos. O ex-vencedor do Aberto da Escócia quer se tornar o primeiro vencedor inglês do Claret Jug desde que Nick Faldo faturou o troféu em 1992. Disponível a 60,610* com a Pinnacle, o vencedor do US Open de 2013 já foi visto treinando no campo este mês e tem boas lembranças no local, onde venceu um evento amador muito difícil como júnior neste terreno. 

The Open Championship 2022: os azarões

Min Woo Lee é o irmão mais novo do duas vezes campeão Minjee Lee e aproveita a melhor forma de sua carreira. Já duas vezes vencedor do DP World, o jovem de 23 anos conquistou ambos os títulos em campos de golfe links. O australiano deve estar confiante depois de faturar o 14º lugar no Masters deste ano, provando a si mesmo que pode encarar os melhores em igualdade. Classificado como o 69º d o mundo, mas com probabilidades de 96,000* com a Pinnacle, Lee é especialista em grandes tacadas e oferece um bom valor em St Andrews.

Ryan Fox (70,250*) foi meu azarão favorito no ano passado, mas deve chamar a atenção de mais apostadores desta vez graças à sua incrível participação recente no DP World tour. Desde sua vitória em fevereiro, ele não terminou abaixo do 15º lugar em nenhum evento regular do tour. O australiano está se tornando um especialista em links, com uma vitória no Irish Open e se destacando em atuações em campos de golfe com bastante vento graças ao seu poder de fogo. Ele regularmente aparece entre os 10 melhores em distância de condução no tour (ele tem uma forma física digna de um jogador de rugby dos All Blacks). O jogador de 35 anos também impressiona no putting e apenas 11 se saíram melhor que ele na Europa nesta temporada, ao passo que sua média de tacadas é de impressionantes 69,63.

A emoção é de tirar o fôlego antes do início do evento e espero que estes insights possam servir de alguma ajuda quando você estiver decidindo em quem apostar com as probabilidades incomparáveis da Pinnacle para o Open Championship deste ano.

Probabilidades sujeitas a alteração

Recursos de apostas - Capacitar as suas apostas

Os Recursos de apostas da Pinnacle são um dos conjuntos mais abrangentes de conselhos de especialistas sobre apostas que se podem encontrar online. Dar resposta a todos os níveis de experiência - o nosso objetivo é simplesmente capacitar os apostadores a obterem mais conhecimentos.