mar 14, 2022
mar 14, 2022

Prévia da temporada 2022 de F1

Veja os comentários especializados sobre F1 de Jennie Gow

Quem vencerá o Campeonato Mundial de Pilotos de 2022?

Informe-se e faça suas previsões para a temporada 2022 de F1

Prévia da temporada 2022 de F1

Prévia da temporada 2022 de F1

Uma nova temporada e um novo desafio – 2022 anuncia uma das maiores mudanças regulatórias que a Fórmula 1 já viu. Isso será suficiente para equilibrar as chances e criar uma nova ordem no esporte? Veremos outra revolução como em 2009, quando a Brawn GP fez sua estreia com um carro espetacular e Jenson Button venceu o Campeonato Mundial? Continue lendo para se informar e fazer suas previsões para a temporada 2022 de F1.

Em primeiro lugar, acredito ser improvável que vejamos uma equipe não competitiva nas últimas temporadas – como a Haas ou a Williams – despontar de repente com um carro vencedor de corridas. Da mesma forma, quase certamente não veremos a Red Bull ou a Mercedes definhando na parte de trás do pelotão em busca de segundos perdidos. Mas será possível ver algumas novas equipes na mistura quando se trata de pódios e desafios para o Mundial, que é o objetivo, e apenas uma das razões pelas quais a temporada 2022 da Fórmula 1 promete ser uma das mais emocionantes da história!

Temporada 2022 de F1: o que mudou?

Para começar, rodas maiores! Os pneus mudaram de 13" para 18", ficando muito mais parecidos com um pneu de carro de estrada do que nunca. Isso também significa que os carros serão visualmente muito diferentes daqueles aos quais todos se habituaram nos últimos anos. Também houve um retorno aos para-lamas pela primeira vez desde 2009, com pequenas asas agora posicionadas sobre cada roda dianteira. No geral, essas mudanças foram feitas para auxiliar a aerodinâmica do carro e tornar os pneus mais previsíveis, o que deveria, em teoria, resultar em corridas melhores, mas teremos que esperar para ver se isso acontece na prática.

A segunda grande mudança foi feita na forma do carro, novamente, para ajudar na aerodinâmica. O maior problema da F1 nos últimos anos têm sido a falta de capacidade de ultrapassagem dos carros. Esse problema não apenas frustrava os pilotos mas, muitas vezes, tornava o espetáculo menos emocionante para os fãs. A F1 sabe que, para melhorar o show para os fãs e tornar as corridas melhores, os carros precisam seguir uns aos outros de perto e ultrapassar! A mudança na forma do carro, com a nova asa traseira e a asa dianteira simplificada, deve solucionar esse problema e proporcionar um espetáculo visualmente mais atraente para os fãs.

Finalmente, a parte debaixo do carro é muito diferente. O efeito solo não faz parte da F1 desde os anos 1970 e 1980, mas agora está de volta. Se você virar o carro de cabeça para baixo, verá dois grandes sistemas semelhantes a túneis que direcionam o fluxo de ar por baixo do carro, causando maior sucção e puxando o veículo para baixo gerando, portanto, algo que todos desejam controlar na F1: o downforce.

A grande esperança é que essas mudanças (em andamento já há quatro anos e que deveriam ter sido introduzidas em 2021, mas foram adiadas pela pandemia de Covid-19) resultem em corridas melhores e mais competitivas, mais ultrapassagens na pista e, potencialmente, uma série de equipes diferentes vencendo corridas.

Superando o problema da “toninha”

Mário Andretti cunhou o termo "toninha" depois de dirigir a Lotus 80 – outro carro de efeito solo – em Silverstone. É um fenômeno novo para a geração atual de motoristas e não totalmente agradável. É um pouco semelhante a tentar montar um cavalo arisco, já que o carro é efetivamente sugado para o chão e depois liberado, o que faz com que ele "salte", como uma toninha nadando no mar (daí o termo).

O "efeito toninha" acontece em alta velocidade e, além de afetar o controle do carro e o conforto do motorista, também afeta crucialmente o nível de downforce com o qual o carro está rodando – influenciando a eficácia geral do carro.

O efeito toninha foi visto na maioria dos carros durante os testes e deve causar problemas sérios para os engenheiros. É quase certo que eles encontrarão algumas soluções antes da primeira corrida, mas isso pode se tornar uma característica irritante da temporada 2022. Se uma equipe conseguir implementar uma solução completa, poderá aproveitar essa vantagem crucial, algo que você definitivamente observar nos estágios iniciais da temporada.

F1 2022: mudanças de pilotos

Apesar dos temores de muitos fãs, Sir Lewis Hamilton está de volta para outra temporada e, mais uma vez, tentará conquistar seu oitavo título mundial – mas o vice-campeão da temporada passada terá um novo parceiro no crime. Valtteri Bottas mudou de casa (ele se juntou à Alfa Romeo) e o jovem e esperançoso britânico George Russell correrá ao lado do heptacampeão.

O jovem de 24 anos nativo de King's Lynn trabalhou com a Mercedes por vários anos como parte do programa de jovens pilotos e substituiu Hamilton quando ele contraiu Covid-19 no Grande Prêmio de Sakhir em 2020 (e poderia ter vencido a corrida, não fosse por um problema em um pit stop), mas agora terá sua grande chance na temporada de 2022.

A grande dúvida é quão rápido ele será comparado a Lewis e se ele atuará como um escudeiro ou será mais uma ameaça à busca de Hamilton pelo título. A dinâmica entre dois será fascinante de assistir.

Depois de uma temporada de tirar o fôlego, o final de 2021 não foi o ideal – para não faltar com a educação!

Quanto a Bottas, tudo muda na Alfa Romeo. O piloto finlandês será acompanhado pelo primeiro chinês no controle de um carro de F1, Guanyu Zhou. O jovem de 22 anos de Xangai conta com um histórico respeitável, tendo terminado em terceiro na temporada passada da Fórmula 2.

Também vale a pena mencionar que Alex Albon se muda para a Williams por meio de um acordo estranho, que verá o ex-piloto da Red Bull ainda manter alguns laços com a equipe de Milton Keynes. Na companhia de Nicholas Latifi, será interessante ver o que o britânico-tailandês será capaz de fazer.

Finalmente, temos que discutir a Haas, que acaba de chutar Nikita Mazepin para escanteio e trazer Kevin Magnussen para correr no seu lugar. O dinamarquês perdeu seu lugar na Haas no final da temporada de 2020, mas acaba de assinar um contrato de vários anos para retornar à antiga equipe. Ao contrário de Mazepin, ele desafiará seu novo companheiro de equipe, Mick Schumacher, impondo uma batalha interna fascinante de assistir este ano. Magnussen já experimentou o sabor de subir ao pódio da F1 em sua carreira e, com o carro certo, poderia repetir o feito – mas acredito ser um exagero imaginar um carro da Haas em 2022 dando a ele essa oportunidade.

Previsões para a temporada 2022 de F1: teremos uma nova edição de Verstappen x Hamilton?

Não há dúvida de que a forma como a temporada 2021 terminou tirou o sono de muitas pessoas. Depois de uma temporada de tirar o fôlego, tivemos um final longe do ideal – para não faltar com a educação! Tanto Verstappen quanto Hamilton mereciam o título – afinal, chegaram empatados em pontos na corrida final!

Nem Hamilton nem Verstappen mereciam ser privados da chance de vencer em igualdade de condições ou comemorar sua vitória plenamente. Para alguns, sempre haverá um asterisco ao lado do nome de Max nos livros de recordes de 2021 – mas espero que ele e Hamilton comecem 2022 voando baixo.

Ambos têm algo a provar (que foram os legítimos campeões) e tentarão replicar a boa forma da temporada anterior. Max (4,580*) adoraria vencer novamente sob circunstâncias menos controversas e provar que mereceu o título, enquanto Lewis (2,400*) ficaria feliz em conquistar seu oitavo título e se tornar o maior campeão da história da fórmula um de todos os tempos.

Previsões para a F1 2022: quem são os favoritos?

Primeiro, vamos dar uma olhada no Campeonato de Pilotos. Em busca do oitavo título mundial, Hamilton seria a primeira escolha de muitos, mas ele tem minimizado suas chances depois dos testes de pré-temporada, dizendo: “No momento, não acho que estaremos competindo por vitórias… existe o potencial de que o nosso carro para nos leve até lá. Só precisamos ser capazes de aproveitá-lo e corrigir alguns problemas, e é nisso que estamos trabalhando.” Lewis costuma sempre minimizar suas chances, então teremos que esperar para descobrir se ele está apenas escondendo seus trunfos.

Verstappen terá o número um estampado na dianteira do carro nesta temporada e vai querer mantê-lo ali para o próximo ano. Ele parecia muito confortável durante os testes no circuito do Bahrein e, tendo assinado um novo contrato multimilionário, estará ansioso para subir ao pódio no final da temporada e ser coroado campeão novamente.

No entanto, este ano temos o potencial adicionado dos dois pilotos da Ferrari, Charles Leclerc (9,300*) e Carlos Sainz (21,510*). Ambos têm talento suficiente para vencer e, com o carro certo, podem levar o caos às previsões da F1!

E o Campeonato de Construtores? A Mercedes (1,869*), que garantiu oito campeonatos consecutivos, pode ser a favorita para muitos na nova temporada, mas o carro que eles trouxeram para esta temporada parece uma verdadeira fera a ser domada, e nenhum dos pilotos aparentemente chegou perto de fazer isso.

Depois de uma exibição excelente no ano passado, a Red Bull (3,700*) claramente tentará lutar pelo título desta temporada. Considerando o desempenho intimidador da equipe durante os testes, eles parecem ter entendido os novos regulamentos técnicos mais rápido que a maioria.

Também não devemos subestimar a Ferrari (3,980*). Pode ser que a equipe não consiga vencer desde 2008, mas eles foram absolutamente impressionantes durante os testes. Tenha em mente que os italianos não tiveram um oponente para uma batalha ferrenha pelo Campeonato no final do ano passado, como a Mercedes e a Red Bull fizeram. Em vez disso, todas as grandes mentes de Maranello estavam focados em conquistar o prêmio do Campeonato de Construtores de 2022. O esforço da escuderia foi o bastante para conquistar o prêmio? Possivelmente!

Quem sabe quem será coroado campeão de Construtores ou Pilotos no final da temporada? Com os novos regulamentos para os carros, as corridas pelo título desta temporada estão mais abertas que em muito tempo. Porém, uma coisa é certa: esta próxima temporada será fascinante e de tirar o fôlego! Que comecem os jogos!

Acompanhe as novidades da temporada 2022 da F1 com a prévia semanal de Jennie Gow e confira as probabilidades mais recentes da Pinnacle para cada corrida da F1!

Probabilidades sujeitas a alteração

Recursos de apostas - Capacitar as suas apostas

Os Recursos de apostas da Pinnacle são um dos conjuntos mais abrangentes de conselhos de especialistas sobre apostas que se podem encontrar online. Dar resposta a todos os níveis de experiência - o nosso objetivo é simplesmente capacitar os apostadores a obterem mais conhecimentos.