close

Primeira parte: Existe uma fórmula mágica para as apostas?

Uma forma simples para descobrir valor no mercado de apostas

Testar a teoria dos empates abaixo do preço

Lições aprendidas com a utilização de um modelo de apostas

Primeira parte: Existe uma fórmula mágica para as apostas?

David Sumpter, professor de Matemática Aplicada, demonstrou como o futebol pode ser desconstruído e decomposto em números, padrões e formas no seu livro "Soccermatics". Depois de desenvolver um modelo de apostas, escreveu um artigo em duas partes para a Pinnacle, onde explora a noção de uma fórmula mágica para as apostas e como a matemática pode ser utilizada para obter vantagem nas apostas.

Existe uma lenda urbana de modelos matemáticos para jogos de futebol. Trata-se da lenda do génio da matemática, o Einstein dos jogos de azar, que desenvolveu a fórmula para vencer as casas de apostas e ganhar dinheiro. Segundo a lenda, se conseguir encontrar as pistas que esta pessoa pode fornecer, a fonte da equação mágica, conseguirá enriquecer muito além da sua imaginação. 

Depois de publicar o livro "Soccermatics" no ano passado, algumas pessoas pareciam acreditar que eu guardava o segredo de uma equação mágica. Recebia mensagens no Twitter e e-mails no meu endereço do emprego a pedir-me ajuda para fornecer sugestões e conselhos. Era um professor de matemática que tinha estudado futebol, talvez soubesse o segredo?

Uma forma simples para descobrir valor no mercado de apostas

Numa secção do livro, consegui, de facto, vencer os corretores de apostas. Mas não foi por ter encontrado uma fórmula mágica que previsse quem iria vencer os jogos de futebol. 

A base do meu modelo estava longe de ser complicada. Não resultava de um cálculo da força das equipas com base no desempenho passado, métricas avançadas, golos previstos ou qualquer coisa do género.

A forma como a consegui era muito mais simples. Observei as probabilidades e encontrei uma tendência muito pequena, mas significativa, na forma como eram definidas. As casas de apostas e os apostadores não tinham prestado atenção suficiente à previsão dos empates no futebol

Talvez devido à popularidade dos mercados Mais/Menos. Talvez porque os apostadores não gostam de apostar em empates. Mas, fosse qual fosse a explicação, os empates na Premier League não estavam a ser avaliados corretamente.

Segue-se um esquema da frequência real de empates em quatro épocas da Premier League (2011/12, 2012/13, 2013/14, 2014/15) e a previsão de empates implícita nas probabilidades das casas de apostas.

formula-inarticle-1.jpg

Este valor é criado pegando nas probabilidades de quatro casas de apostas líderes (incluindo a Pinnacle), convertendo as probabilidades em possibilidades implícitas e, em seguida, observando a diferença entre a possibilidade de uma vitória em casa e de uma vitória no campo do adversário.

Quando duas equipas equilibradas se defrontam (ou seja, a possibilidade de vitória em casa é apenas ligeiramente superior à possibilidade de vitória no campo do adversário), então os empates são subavaliados (círculos acima a vermelho). Quando os jogos são tão desequilibrados que existe um forte favorito (ou seja, a possibilidade de uma equipa vencer é maior do que a da outra equipa), então os empates são sobreavaliados (círculos abaixo a vermelho). 

Quer tornar tudo mais simples? Se duas equipas tiverem o mesmo nível de qualidade, então pode existir valor no empate. Se uma das equipas for muito mais forte do que a outra, não aposte no empate (neste caso, apostar na equipa favorita é, em geral, a jogada mais inteligente).

Testar a teoria dos empates abaixo do preço

Foi isso que descobri ao traçar as probabilidades. Peguei então nessa observação e comecei a ganhar dinheiro com ela. Abaixo são apresentados os lucros para este modelo na época de 2015/16.

formula-inarticle-2.jpg

Ao longo da época, tripliquei o meu dinheiro. Bem, na verdade, não apostei durante toda a época. Mas até ao Natal, já tinha duplicado o meu dinheiro.

O "Soccermatics" saiu em maio de 2016, mesmo quando a Premier League estava a chegar ao fim. Monitorizei o comportamento do meu modelo na época seguinte. Eis o resultado.

formula-inarticle-3.jpg

Não foi grande coisa. Consegui um pequeno lucro nas primeiras semanas, mas manteve-se inalterado até ao fim da época. Não perder dinheiro já é um grande feito, uma vez que as probabilidades estão a favor da casa de apostas, mas obviamente, ganhar dinheiro é o grande objetivo para a maioria dos apostadores.

Lições aprendidas com a utilização do meu modelo

Existem quatro lições a aprender com o meu modelo.

Em primeiro lugar, não ganhei dinheiro com a criação de uma fórmula mágica. Embora tenha escrito uma equação simples que depois utilizei para decidir as minhas apostas (é a nota de rodapé 17 no capítulo 12 do livro se não quiserem ler o resto), esta equação resulta de uma análise das probabilidades.

A base do meu modelo estava longe de ser complicada. Não resultava de um cálculo da força das equipas com base no desempenho passado, métricas avançadas, golos previstos ou qualquer coisa do género. Resultava de um pequeno erro na forma como as probabilidades estavam a ser definidas.

Se o objetivo for criar o seu próprio modelo de resultados desportivos, tem de utilizar as probabilidades como ponto de partida.

Em segundo lugar, não se tratou só de sorte. O modelo original era consistente com os quatro anos anteriores de probabilidades das casas de apostas. Transferi as minhas probabilidades do Oddsportal e, em seguida, confirmei o meu modelo com os dados em football-data.co.uk. Em seguida, fiz uma previsão e apliquei-a ao ano seguinte, e ela continuava a funcionar.

Existe uma grande dose de incerteza nas apostas e é possível ganhar durante um longo período de tempo com base apenas na sorte. Mas esta era uma tendência a longo prazo que era rentável.

Em terceiro lugar, nada dura para sempre. Nos momentos de autoengrandecimento, gosto de pensar que o meu livro deu origem a uma correção do mercado. Talvez os corretores na Pinnacle e noutras casas de apostas tenham lido o meu livro e pensaram: "Temos avaliado os empates incorretamente. Vejamos aquelas probabilidades para o Liverpool em casa contra o Manchester United no fim de semana… vamos aumentar as probabilidades do empate em 0,1." Foi quanto bastou para que a minha pequena margem desaparecesse. 

Mas esta é só uma explicação. Outra é que os treinadores aperceberam-se que, nos grandes jogos em que as equipas são equilibradas, eles devem perseguir os três pontos (isto é algo que também abordo no meu livro). Mas também existem outras explicações. A verdade é que nunca saberei ao certo, mas a tendência de probabilidades que descobri desapareceu. 

A minha quarta e última conclusão é: Sou um perfeito idiota. Passei três meses a desenvolver um modelo de apostas. Encontrei uma forma de ganhar. Mas, em vez de colocar todo o meu capital disponível no modelo, publiquei um livro com o segredo, apenas para ver os lucros a desaparecer.

Sim, fui pago para escrever o livro. Sim, gostei de falar sobre futebol e de me envolver na comunidade de análise, mas o dinheiro também teria sido simpático.

Não existe uma equação secreta para prever o resultado dos jogos de futebol. Quero dizer, não existe uma equação que ignore as probabilidades. Se o objetivo for criar o seu próprio modelo de resultados desportivos, tem de utilizar as probabilidades como ponto de partida.

A sabedoria geral diz-nos que o mercado de apostas pode ser difícil de vencer, mas por vezes, são necessários alguns pequenos erros. São estes que temos de procurar.

Na segunda parte deste artigo, veremos se consigo desvendar um destes mistérios utilizando uma combinação de um modelo de golos previstos e potenciais tendências nas probabilidades recentes.

Recursos de apostas - Capacitar as suas apostas

Os Recursos de apostas da Pinnacle são um dos conjuntos mais abrangentes de conselhos de especialistas sobre apostas que se podem encontrar online. Dar resposta a todos os níveis de experiência - o nosso objetivo é simplesmente capacitar os apostadores a obterem mais conhecimentos.