close
abr 4, 2019
abr 4, 2019

O que é que os apostadores desportivos podem aprender com as bolhas especulativas?

Encontrar valor numa bolha

A necessidade de vender a descoberto para a eficiência do mercado

A importância da informação bilateral

O que é que os apostadores desportivos podem aprender com as bolhas especulativas?

A bolha das hipotecas de alto risco é apenas um exemplo da irracionalidade existente no interior de um mercado que deixa as oportunidades para um pequeno grupo de investidores. Já vimos uma bolha semelhante num contexto de apostas? Por que motivo é que evitar a partilha da informação pode causar a ineficiência do mercado? Continue a ler para saber a resposta.

O que é uma bolha?

Uma bolha ocorre quando um ativo é avaliado acima do seu valor intrínseco. Em termos de apostas, o valor intrínseco de uma aposta é a verdadeira possibilidade de o evento ocorrer.

Quando faz uma aposta de valor, um apostador está à procura de um evento em que a possibilidade de “valor intrínseco” de o evento ocorrer é mais provável do que é sugerido pelas probabilidades.

Encontrar valor numa bolha: as hipotecas de alto risco

A obra “The Big Short”, de Michael Lewis, que deu origem ao filme "A Queda de Wall Street", conta a história por trás da crise norte-americana das hipotecas de alto risco, centrando-se nas poucas pessoas que viram a aproximação da queda da bolsa e conseguiram vender a descoberto, ou apostar contra, o mercado imobiliário.

Segundo Lewis, só cerca de 20 entidades no mundo conseguiram fazê-lo. Uma dessas entidades foi a firma de investimentos Cornwall Capital.

“A Cornwall procura investimentos altamente assimétricos, nos quais o potencial de ganho ultrapassa de forma significativa o risco de perda. A firma tem conseguido um retorno líquido composto anual médio de 40% (52% bruto).”

Jamie Mai, da Cornwall Capital, descreve a abordagem da empresa em relação aos investimentos, dizendo que procuravam situações nas quais estavam “convictos de que as probabilidades estavam substancialmente mal avaliadas, proporcionando-nos um valor esperado positivo”.

A necessidade de vender a descoberto para a eficiência do mercado

Então, por que motivo é que a Cornwall foi uma das únicas entidades a apostar contra uma bolha óbvia onde estavam disponíveis retornos esperados tão elevados? Afinal, as probabilidades da Pinnacle mostram-nos até que ponto os mercados de apostas são eficientes (e a venda a descoberto é apenas uma variante das apostas). Certamente, o mercado deve ter-se corrigido ou não?

O problema aqui era a inacessibilidade da opção de venda a descoberto. Ao contrário de um mercado de apostas, em que as paradas são facilmente acessíveis a todas as partes, apostar contra o mercado imobiliário era complicado.

A teoria financeira básica diz que, se não há forma de investir e ter lucro com o declínio do ativo, o preço é determinado pelo comprador mais otimista.

No fundo, aquelas pessoas que se sentem otimistas em relação ao mercado imobiliário podem facilmente apostar numa subida continuada ao comprar casas ou obrigações hipotecárias. A única opção facilmente acessível para aquelas pessoas que querem apostar contra o mercado era simplesmente vender casas (embora até os céticos precisem de um local onde viver) e não comprar títulos de obrigações.

A bolha do Bitcoin é outro desses exemplos, no qual o preço do mercado foi definido pelos otimistas, que deram origem a uma avaliação excessiva e a uma eventual queda dos preços. Os otimistas podiam comprar Bitcoin, enquanto pelo menos inicialmente, a única opção para os céticos era eles próprios não possuírem Bitcoin.

Curiosamente, num contexto de apostas desportivas, andamos à procura do oposto: o preço a ser definido pelo vendedor mais pessimista. O preço tem de estar “errado” e não haver a liquidez para corrigi-lo.

Nesta entrevista da DataCamp com o diretor de negociação da Pinnacle, Marco Blume fala sobre utilizar os clientes da Pinnacle como um “exército de consultores” que são capazes de prever os resultados melhor do que os corretores da Pinnacle:

Eu tento realmente explicar-lhes [aos corretores] as informações. Pensamos que podemos saber alguma coisa, porque estamos sentados deste lado da mesa, mas se pudéssemos, talvez nos sentássemos do outro lado da mesa.

Com uma clientela assim perspicaz a definir as probabilidades, como poderá alguma vez haver uma “bolha” de apostas?

Já vimos uma bolha de apostas desportivas? Combate entre Mayweather e McGregor

Embora o mercado de apostas seja normalmente racional, talvez haja evidências de algum comportamento semelhante à bolha, ainda que muito raro. O exemplo mais óbvio de que me recordo é o combate de boxe entre Mayweather e McGregor.

Dê uma vista de olhos a este gráfico publicado na conta do Twitter da Pinnacle antes do combate:

inarticle-1-bubble-ufc.jpg

Adversários recentes de Mayweather

Adversários recentes de Mayweather

Lutador

Feitos

Maidana

Campeão de peso meio-médio da WBA

Cotto

Campeão de peso leve-médio da WBA

Berto

Duas vezes campeão do mundo na categoria de peso meio-médio

Guerrero

Várias vezes campeão do mundo em duas classes de peso

McGregor

Nunca combateu profissionalmente

As probabilidades da Pinnacle na manhã do combate sugeriam que Mayweather (1,196) tinha 83,6% de hipóteses de ganhar. Contrariamente, algumas casas de apostas tinham-no avaliado por baixo, em 1,02, ou seja, com uma possibilidade implícita de 98%, em como derrotaria o detentor do título de peso meio-médio da WBA, Berto, antes desse combate.

Na verdade, de acordo com as possibilidades implícitas pelas probabilidades de apostas, dos adversários de Mayweather desde 2010, só Manny Paquiao e Canelo Alvarez tinham melhores hipóteses de derrotar Mayweather do que o não testado McGregor, e mesmo Alvarez só tinha hipóteses limitadas.

O viés do favorito – tiro no escuro não explica adequadamente este comportamento, uma vez que Mayweather oferecia o que parecia ser uma clara aposta de valor. No entanto, os clientes perspicazes não se aproximaram da correção do mercado (as reais probabilidades de Mayweather para ganhar o combate deveriam provavelmente estar próximas de 1,01).

Incontestavelmente, toda a margem da casa de apostas e mais era colocada no lado do irlandês, permitindo a Mayweather oferecer uma aposta de valor esperado fortemente positiva.

Talvez o obstáculo aqui seja o puro volume de dinheiro necessário para contrariar o retorno para um desconhecido com um apoio tão elevado. Os apostadores de valor simplesmente não podiam apostar o volume necessário para corrigir a ineficiência.

Tratava-se claramente de um mercado dominado pelo comprador mais otimista. Normalmente, o cliente perspicaz sensível aos preços teria tomado medidas para corrigir este aspeto, mas tal como acontece com as bolhas do imobiliário e do Bitcoin, os apoiantes de Mayweather foram facilmente superados pelos apostadores otimistas em McGregor: 

inarticle-2-bubble-ufc.jpg

Que lições se podem retirar de ambos os lados da eficiência do mercado?

Quando os mercados não possuem fluxos iguais de informação representados pelo dinheiro apostado, podem ficar dessincronizados e então surgem as ineficiências.

As ineficiências de estilo no combate entre Mayweather e McGregor, onde os apoiantes excessivamente otimistas distorcem o mercado, são incrivelmente raras, uma vez que o dinheiro dos apostadores perspicazes normalmente dita as probabilidades. Enquanto apostadores, procuramos normalmente probabilidades, nas quais o criador das mesmas foi pessimista relativamente à hipótese de um evento ocorrer.

Talvez seja mais prático procurar situações em que as casas de apostas calcularam as probabilidades erradamente de início e não é necessário um fluxo monetário bidireccional para corrigir o mercado.

Talvez o viés de ancoragem possa garantir que os apostadores não analisaram com muita profundidade os motivos por trás disto e o preço ainda não foi corrigido. Como afirma Marco, os investidores não estão necessariamente mais informados do que os apostadores – por isso, encontrar casos isolados, nos quais os mercados não conseguiram autocorrigir-se, possa oferecer valor.

Recursos de apostas - Capacitar as suas apostas

Os Recursos de apostas da Pinnacle são um dos conjuntos mais abrangentes de conselhos de especialistas sobre apostas que se podem encontrar online. Dar resposta a todos os níveis de experiência - o nosso objetivo é simplesmente capacitar os apostadores a obterem mais conhecimentos.