abr 21, 2020
abr 21, 2020

A ilusão de controle

A necessidade de controle

A influência da escolha pessoal

Informações perigosas e quase acertos

A ilusão de controle

As pessoas tendem a interpretar erroneamente seu senso de controle em situações inerentemente aleatórias, incontroláveis ou imprevisíveis. Essa ilusão de controle é especialmente pertinente no caso das apostas e, portanto, deve ser algo que todos os apostadores compreendam e procurem evitar. Continue lendo para saber como.

A necessidade de controle

Parecemos estar programados para buscar causalidade, ou seja, encontrar correlações onde não existe nenhuma. Como resultado, é difícil perceber eventos como independentes. O homem primitivo tinha uma compreensão muito limitada da mecânica de um ambiente hostil e buscava desesperadamente inferir causa ou consequência de ações para eventos aleatórios ou simplesmente complexos demais para serem compreendidos. Superstições e rituais surgem como formas de obter um certo senso de controle, e isso ainda é muito evidente nos dias de hoje.

Experimentos fascinantes ilustram esse comportamento em todo o reino animal, e um deles, do psicólogo de Harvard, B. F. Skinner, é um dos mais famosos.

Em 1948, Skinner introduziu tremonhas de comida em intervalos regulares na gaiola de um pombo. O pombo não tinha qualquer influência sobre a frequência da alimentação, mas qualquer comportamento que por acaso exibisse quando o alimento era introduzido – balançar a cabeça, girar – acabou condicionado como responsável pelo aparecimento do alimento. Cada pombo desenvolveu um ritual único que acreditava desencadear a recompensa.

O mesmo se aplica aos humanos, que associaram um senso de controle a vários rituais (por exemplo, evitar gatos pretos, nunca andar sob escadas). Isso ainda ocorre atualmente, mas de maneiras menos óbvias. Estudos com comerciantes, por exemplo, mostraram que esses profissionais percebem uma sensação de controle sobre sistemas aleatórios.

As descobertas de Skinner o levaram a determinar o que ele chamou de "Condicionamento operante" – respostas que reforçaram, puniram ou tiveram um impacto neutro no comportamento. A escolha pessoal desempenha um grande papel no reforço, e os jogos de cassino são ótimos exemplos disso.

A influência da escolha pessoal

A maioria dos jogos de cassino é inteiramente aleatória, mas os apostadores exibem uma crença irracional na sua capacidade de controlar resultados em situações em que podem fazer valer a sua escolha pessoal.

"Parecemos estar programados para buscar causalidade, ou seja, encontrar correlações onde não existe nenhuma. Como resultado, é difícil perceber eventos como independentes"

Esta tendência é ilustrada por jogadores que apostam mais quando são eles que lançam os dados no Craps ou giram a bola na roleta. Em ambos os exemplos, os apostadores demonstram uma crença irracional na sua capacidade de controlar um resultado aleatório porque exercem uma escolha pessoal no processo do jogo. Isso também é verdade por aproximação, como quando os apostadores pegam carona nas apostas de alguém em uma sequência de sorte – alguém que acaba sendo percebido como estando no controle.

As loterias fornecem outro exemplo claro da ilusão de controle, uma vez que os jogadores têm mais confiança no sucesso potencial ao jogar seus próprios números, em vez de jogar as apostas geradas por máquinas. Considerando que o resultado é inteiramente aleatório, as chances de sucesso são exatamente as mesmas.

Na verdade, as seleções aleatórias de loteria geralmente aumentam os ganhos potenciais devido ao uso comum de datas de nascimento na escolha de números. As chances de ganhar são as mesmas, mas a probabilidade de compartilhar o prêmio aumenta à medida que as seleções são direcionadas para números de 1 a 31, diminuindo o potencial de pagamento.

Como se percebe nos cassinos, os comportamentos que "produziram" sucesso, como a maneira como uma bola foi lançada ou a execução de um ritual, serão reforçados, enquanto aqueles que "produziram" falhas provavelmente resultarão em uma resposta de punição, diminuindo a propensão de serem repetidos.

No entanto, como a vida e as apostas não podem ser simplesmente reduzidas a definições estreitas de sucesso e fracasso, e suas causas, o potencial para um comportamento irracionalmente reforçador é enorme.

Informações perigosas e quase acertos

Você pode ter ouvido a expressão "um pouco de informação é uma coisa perigosa". Isso é particularmente verdadeiro em apostas, em que a sensação de empoderamento, proporcionada por um grau de conhecimento sobre uma equipe, esporte ou evento, gera a uma sensação exagerada de compreensão e capacidade de previsão.

Onde o sucesso ocorre, mas não necessariamente conforme o esperado, os apostadores muitas vezes ajustam a lógica de suas escolhas para coincidir com o fato, produzindo o reforço e a ilusão de controle descritos.

Isso também vale para os quase acertos, situações em que os apostadores recebem incentivo suficiente porque "chegaram perto o bastante" para reforçar o comportamento. Como resultado, eles continuam a investir no que pensam ser uma abordagem válida, quando, na verdade, não há qualquer correlação válida de acordo com as probabilidades.

Algumas coisas para se ter em mente e mitigar esse efeito seriam: 1) aceitar que você não tem controle sob situações em que os resultados são aleatórios, 2) testar hipóteses estreitas e claramente definidas, uma de cada vez, e 3) não aceitar dicas de apostas simplesmente pelo valor proposto. Você também deve tentar diferenciar sinais e ruído sempre que possível.

Assim como acontece com as superstições, a associação patológica de resultados de apostas e comportamentos específicos infelizmente é difícil de resistir, porque esses são comportamentos pré-estabelecidos. A chave para o sucesso do apostador é ser o mais disciplinado possível ao tirar conclusões de seus histórico de apostas e guardar o "calção da sorte" para uma visita à piscina.

Se gostou deste conteúdo, pode ser que você se interesse nos artigos sobre psicologia das apostas publicados pela Pinnacle.

Recursos de apostas - Capacitar as suas apostas

Os Recursos de apostas da Pinnacle são um dos conjuntos mais abrangentes de conselhos de especialistas sobre apostas que se podem encontrar online. Dar resposta a todos os níveis de experiência - o nosso objetivo é simplesmente capacitar os apostadores a obterem mais conhecimentos.