close
abr 10, 2019
abr 10, 2019

Previsões sobre a NBA: como é que os dados podem ajudar as suas apostas

Quais são os desafios?

Por que é que os dados são importantes nas previsões sobre a NBA?

Que métricas podem ser utilizadas para fazer previsões sobre a NBA?

Previsões sobre a NBA: como é que os dados podem ajudar as suas apostas

Existem vários métodos que pode escolher se quiser fazer previsões sobre a NBA, mas a dificuldade reside em ser suficientemente preciso de forma consistente para ganhar dinheiro com elas. Continue a ler para ficar a saber como os dados podem ajudar com as suas previsões sobre a NBA.

Quais são os desafios em fazer previsões sobre a NBA?

Em geral, independentemente do desporto, as apostas não são uma coisa fácil de dominar. Existem variados graus de complexidade, aleatoriedade, sorte e competência envolvidos, dependendo não só do desporto, mas também dos inúmeros mercados que estão disponíveis na casa de apostas.

A natureza simples e o ritmo rápido do basquetebol tornam-no não só num desporto emocionante de assistir, mas também proporcionam vias de apostas e estratégias viáveis para utilizar para ter lucro – aquilo a que se resume o princípio fundamental do basquetebol.

Existem diversos mercados à escolha quando tentar fazer previsões sobre a NBA, sendo os mercados mais comuns os das apostas lineares, Handicap, Totais e apostas futuras ou sobre a época. Diferentes mercados têm diferentes níveis de complexidade e isso torna alguns mercados mais populares do que outros quando toca a fazer previsões.

As dificuldades, como lesões e a mudança de jogadores, também podem ter um impacto significativo nas previsões sobre a NBA. Devido à elevada intensidade da NBA, para além de uma época regular com mais de 80 jogos, as listas de jogadores convocados e o 5 inicial podem mudar completamente de jogo para jogo, o que, por sua vez, tem um impacto direto nas hipóteses de sucesso ou de fracasso de uma equipa.

O "tanking" é outro fator de que os apostadores devem ter conhecimento antes de fazerem previsões sobre a NBA, já que saber se uma equipa está a fazer "tanking" ou não pode tornar essas previsões muito mais fáceis, já que haverá a possibilidade de as equipas começarem a perder mais jogos (o objetivo do "tanking" é descer na tabela para terem mais oportunidades de escolher os melhores jogadores no "draft") quando aceitam o facto de que já não têm hipóteses realistas de chegar aos playoffs.

Quanto mais baixa for a posição de uma equipa na classificação da conferência, melhores serão as suas escolhas no "draft", o que incentiva as equipas a terminarem na pior posição possível para conseguirem escolher os melhores talentos universitários. Tal pode obviamente afetar o nível de desempenho de uma equipa, o que significa que é imperativo considerar como poderá ser o desempenho da equipa num determinado jogo, quando tentar fazer a sua previsão.

Que métricas podem ser utilizadas para fazer previsões sobre a NBA?

Existem várias métricas que os apostadores podem utilizar para ficarem à frente e fundamentarem o processo de tomada de decisões quando apostam no basquetebol. Eis algumas delas:

No nível mais básico, os apostadores podem analisar o registo de vitórias e derrotas de uma equipa, bem como a sua forma recente e o registo de encontros contra adversários específicos. A maioria dos apostadores analisará também os dados estatísticos dos jogadores individuais para ajudar a avaliar um jogo futuro (o impacto de um jogador no basquetebol é muito maior do que num desporto como o futebol).

Há uma diversidade de estatísticas no basquetebol que podem ser utilizadas para acompanhar o desempenho de um jogador. Estas incluem entre outras:

Abreviaturas estatísticas

Abreviatura Significado
PTS Pontos
AST Assistências
REB Ressaltos (OREB & DREB = Ressaltos ofensivos e defensivos)
STL Roubos de bola
BLK Bloqueios
TO Perdas de bola ("turnovers")
FGM & FG% Cestos marcados e percentagem de eficácia
3FGM & 3FG% Lançamentos de três pontos e percentagem de eficácia

Embora estes dados básicos proporcionem aos apostadores um bom ponto de partida para começarem a fazer previsões sobre a NBA, é pouco provável que renda algum valor no mercado de apostas (no qual as casas de apostas e os outros apostadores no mercado utilizarão provavelmente métricas muito mais avançadas).

É aqui que serão úteis os dados mais avançados. Abaixo, encontrará alguns exemplos de dados que podem ajudar os apostadores a terem lucro com as suas previsões sobre a NBA.

"Floor Impact Counter"

Os apostadores podem optar por utilizar o FIC como um meio no qual basearem as suas previsões sobre a NBA, já que esta métrica agrupa todas as estatísticas de pontuação de um jogador e condensa-as numa única unidade para analisar que jogadores são mais eficazes.

Saber como calcular o FIC e ao que estar atento quando utilizar esta métrica é fundamental para a integrar numa estratégia de apostas na NBA de sucesso e, portanto, certifique-se de que sabe muito bem o que significa cada uma das estatísticas que criam o FIC antes de utilizá-lo.

Estatísticas específicas de três pontos

Não há dúvida de que a jogada de três pontos tem vindo a aumentar na NBA, já quase 30% nos últimos 40 anos.

Os jogadores sem posição que não se enquadram nas posições de extremo, base ou poste têm adicionado o lançamento de 3 pontos ao seu arsenal e, por vezes, conseguem decidir os resultados dos jogos sozinhos, com as equipas de maior sucesso da NBA a ter o indicador 3PT% mais alto em comparação com as equipas classificadas em posição inferior na tabela.

Identificar as equipas que se gabam de ter uma percentagem elevada de marcação de 3 pontos (3PT%) poderá ser uma via viável para os apostadores na NBA seguirem, especialmente ao apostar no mercado de Totais, já que o aumento nas médias de marcação na NBA coincidiu com o aumento e a importância atribuídos ao lançamento eficaz de três pontos.

Ao analisar os dados específicos de três pontos, a abordagem óbvia é analisar as estatísticas ofensivas de um jogador ou de uma equipa em relação aos lançamentos de três pontos. No entanto, pode ser igualmente benéfico analisar a questão do lado de quem é fraco e avaliar quem é fraco em termos defensivos para evitar três pontos - tal pode ajudar os apostadores a identificarem uma disparidade e a tirarem partido dela.

Os Golden State Warriors, campeões na época de 2017-18, dependeram fortemente da sua 3PT% na vitória do título, ostentando a 3PT% mais elevada do que qualquer outra equipa na liga com 38,3%. Contrariamente, os Phoenix Suns, a equipa pior classificada nesse ano, apresentaram a 3PT% mais baixa com 33,4%, o que indica como o lançamento de três pontos se tornou importante quando uma equipa procura ter sucesso na NBA.

Percentagem de perdas de bola ("turnovers")

Medir a TO% de um jogador (um jogador que dá a bola à equipa adversária devido a um mau passe, falta ofensiva, calcar a linha, fazer passos, deixar passar os 24 segundos ou que lhe roubem a bola) pode ser uma estatística limitativa, já que embora o "turnover" possa ser um aspeto negativo, alguns dos melhores jogadores da NBA, tais como Russell Westbrook, James Harden e Lebron James, têm todos uma TO% elevada, por causa da quantidade de tempo que dominam a bola.

O erro humano afeta toda a gente, mesmo os melhores jogadores e, por isso, pela lei das médias, se um jogador tem a bola mais tempo do que outro (porque é o jogador mais criativo, o que lança mais ou o melhor jogador na globalidade), então é mais provável que tenha uma TO% mais elevada, porque há mais hipóteses de ocorrerem erros.

Desde que um jogador continue a registar bons valores em termos de FG%, AST e REB, ter uma TO% elevada não faz deles maus jogadores – quando muito, poderá promover até que ponto são importantes para a equipa devido à quantidade de tempo que têm posse da bola, o que lhes dá a oportunidade de poeticamente perderem a bola.

Ritmo de jogo

Ao medir o número de posses de bola que uma equipa tem durante um jogo, o Ritmo de jogo é uma métrica utilizada para avaliar a eficiência ofensiva e defensiva de uma equipa. Ter muita ou pouca posse de bola por jogo não é o aspeto mais importante: o que importa mais é o que a equipa faz com essas posses de bola.

Os Golden State Warriors classificaram-se em 5.º lugar em termos de Ritmo na última época e em 11.º nesta época, e tinham e têm mesmo assim a melhor eficiência ofensiva em toda a NBA, o que indica que apesar de terem menos posse de bola do que as outras equipas, ou seja, menos oportunidades para marcarem, eram as melhores a aproveitar ao máximo as suas posses de bola.

Previsões sobre a NBA: o que mais deve considerar?

Twitter

Embora as redes sociais estejam saturadas de pessoas que publicam as suas dicas e escolhas para os próximos jogos (algumas das quais até utilizarão registos falsos para venderem os seus serviços), podem ser uma fonte útil de informações para as apostas. Seguir contas que são bem versadas nos aspetos estatístico e analítico do basquetebol pode ser uma excelente forma de capacitar as suas previsões sobre a NBA.

Escritores experientes de basquetebol e contas baseadas em estatísticas, bem como as contas oficiais das equipas, são formas de se manter atualizado com as notícias mais recentes e informações que são essenciais ao efetuar apostas na NBA.

Uma vez que as notícias sobre o 5 inicial e a equipa são tão cruciais para determinar quem tem mais probabilidade de ganhar um jogo ou quantos pontos poderão ser marcados, ser uma das primeiras pessoas a ficar a saber de um jogador que se lesionou ou que tem de repousar poderá dar-lhe uma vantagem crucial em relação ao resto do mercado de apostas.

Vantagem de jogar em casa

A medida em que jogar como a equipa da casa dá maior probabilidade de ganhar um jogo de basquetebol. Jogar em casa é visto como uma vantagem devido a muitos fatores, sendo o primeiro e, sem dúvida, o mais importante, o apoio do público.

Ter milhares de adeptos a aplaudir uma equipa tanto nas jogadas ofensivas como defensivas pode estimular a equipa da casa a mostrar o seu melhor desempenho ao mesmo tempo que pode ter efeitos potencialmente negativos na equipa adversária, já que se sentem intimidados e jogam a um nível inferior do que seria normal.

A familiaridade com o campo é outro potencial fator positivo de jogar em casa, já que os jogadores conhecerão cada centímetro do seu campo e usufruirão das muitas experiências anteriores que tiveram ao fazerem jogadas ofensivas e defensivas para utilizarem nos seus jogos.

A fadiga potencial associada às viagens de longa distância para a equipa adversária poderá ter um impacto negativo na equipa, o que, por sua vez, beneficia a equipa da casa, mas é preciso salientar que estudos relativos a este fator mostraram ser inconclusivos.

Divisão entre jogos em casa/fora

Para além da vantagem de jogar em casa, o número de jogos consecutivos em casa ou fora pode ser um fator que os apostadores devem considerar, ao tentarem fazer previsões sobre a NBA, já que é mais provável que uma equipa tenha um desempenho melhor ao jogar uma série longa de jogos em casa do que aconteceria numa série de jogos jogados fora devido aos motivos mencionados acima.

Fadiga

Jogar um grande número de jogos consecutivamente com pouca rotação de jogadores poderá resultar em fadiga e no risco de lesões, o que poderá afetar negativamente o desempenho de um jogador ou pô-lo mesmo fora da competição caso se lesione.

Muitas vezes, os jogadores jogam em noites consecutivas, às vezes quatro jogos em cinco noites e tal pode ter um impacto prejudicial no seu desempenho, especialmente nos últimos jogos dessas séries; por isso, os apostadores devem monitorizar o calendário de jogos de uma equipa antes de apostar nela.

Recursos de apostas - Capacitar as suas apostas

Os Recursos de apostas da Pinnacle são um dos conjuntos mais abrangentes de conselhos de especialistas sobre apostas que se podem encontrar online. Dar resposta a todos os níveis de experiência - o nosso objetivo é simplesmente capacitar os apostadores a obterem mais conhecimentos.