out 1, 2019
out 1, 2019

O Toronto Raptors pode fazer de novo?

A perda de Kawhi e Danny Green

A experiência dos veteranos está de volta

A ascensão de Pascal Siakam

O enfraquecimento do Leste

O Toronto Raptors pode fazer de novo?

Para muitos analistas e fãs, a perda de Kawhi Leonard para o L.A. Clippers por meio de agenciamento livre removeria o Toronto Raptors da lista de potenciais competidores pelo título do campeonato na temporada 2019-20 da NBA, mas isso é mesmo verdade? Ele tem talento emergente suficiente para substituir Kawhi? Os Raptors podem fazer de novo?

Quanto pode mudar no decorrer de um mês?

14 de junho de 2019 – Kawhi Leonard levanta as mãos enquanto os companheiros correm em sua direção na quadra central da Oracle Arena, a campainha toca enquanto o placar aponta:

Toronto Raptors 114-110 Golden State Warriors

Leonard e o Toronto Raptors fizeram história ao conquistar o primeiro título em um grande campeonato nacional em 26 anos.

10 de julho de 2019 – o L.A. Clippers assina um contrato de agenciamento que tira Kawhi Leonard do Toronto Raptors.

Sem surpresa, a chegada de Kawhi em L.A. teve um impacto dramático sobre as chances dos Toronto Raptors de manter a coroa do campeonato da NBA. Enquanto os Raptors, sem Kawhi, devem sofrer para repetir o feito do ano anterior, análises mais detalhadas são necessárias antes que a equipe possa ser descartada da disputa pelo título.

Toronto Raptors 2019-20: transações importantes

Toronto Raptors 2019-20: transações importantes

SAÍRAM

ENTRARAM

Kawhi Leonard

Stanely Johnson

Danny Green

Rondae Hollis-Jefferson

Jeremy Lin

Cameron Payne

A perda de Kawhi e Danny Green

Kawhi Leonard marcou uma média de 30,5 pontos, 9,1 rebotes e 3,8 assistências para o Toronto Raptors durante os 24 jogos de playoff que levaram ao seu segundo campeonato da NBA e à honra de ser eleito MVP na partida final. Durante a temporada regular 2018-19, o três vezes All-Star manteve uma média de 26,6 pontos, 7,3 rebotes e 3,3 assistências.

A próxima temporada da NBA terá uma das disputas mais abertas pelo título até o momento, com agenciamento livre e jogadores mudando o cenário da liga e causando incerteza entre o mercado e os apostadores.

Danny Green, amigo de longa data e companheiro de time de Kawhi, também está na lista de jogadores a deixar os Raptors. Ele manteve uma média de 10,5 pontos, 4,0 rebotes e alcançou a segunda maior porcentagem em arremessos de três pontos na liga, com 45,50%. Ele será uma perda significativa para os campeões da NBA.

"O mais interessante é que a formação de cinco homens mais eficiente foi uma em que Kawhi foi substituído por F. VanVleet. Essa formação conseguiu superar os oponentes por uma diferença de 16,5 pontos"

Não houve muita preocupação com a partida de Danny Green, pois há uma infinidade de alas defensivos agressivos que podem substituí-lo. Isso inclui o retorno dos titulares OG Anunoby e Norman Powell às escolhas anteriores do draft da primeira rodada Stanley Johnson e Rondae Hollis-Jefferson.

Embora possamos mencionar possíveis substituições e incluir narrativas sobre a importância desses dois jogadores, a melhor maneira de avaliar seu impacto no desempenho e no sucesso final dos Toronto Raptors é usar dados.

O impacto desses dois jogadores no desempenho geral dos Raptors foi exagerado? Métricas avançadas mostram que a combinação de cinco homens mais utilizada em quadra consistiu em D. Green, S. Ibaka, K. Leonard, K. Lowry e P. Siakam (formação 1). Essa formação conseguiu superar os oponentes por uma diferença de 10,7 pontos a cada 100 posses de bola.

O mais interessante é que a formação de cinco homens mais eficiente foi uma em que Kawhi foi substituído por F. VanVleet (formação 2). Esta formação conseguiu superar os oponentes em 16,5 pontos, com melhores porcentagens de arremesso, maior conversão de arremessos de três pontos (-0,5 a +6,5) e conseguiu garantir mais rebotes (+0,7 a +1,9) a cada 100 posses.

Embora esses dados questionem o quão vital Kawhi foi para o sucesso dos Raptors, também é importante observar o tamanho da amostra com a qual estamos lidando. Como podemos ver na tabela abaixo, a formação 1 jogou quase o triplo do tempo combinado que a formação 2.

Formações

Minutos

Pontos

FG

FG%

3PM

ORB

DRB

TRB

AST

STL

BLK

TOV

1

546:40

+10,7

+3,3

+0,045

-0,5

-1,4

+2,6

+0,7

+2,2

+0,6

+1,9

-1,9

2

187:17

+16,5

+4,3

+0,045

+6,3

+0,1

+3,6

+1,9

+6,1

+0,5

+0,8

-1,8

Estatísticas por 100 posses acima da média da equipe (via basketball-reference.com)

A experiência dos veteranos está de volta

O núcleo vencedor da última temporada permanece em grande parte em Toronto. Pascal Siakam, Marc Gasol, Fred VanVleet, Serge Ibaka, Captain Kyle Lowry e o treinador Nick Nurse retornam para outra fase de treinamento e temporada juntos. Esse grupo com certeza ainda pode ser muito competitivo, especialmente em uma Conferência Leste enfraquecida.

Com 12 anos de experiência, o veterano Marc Gasol está chegando de uma campanha vencedora no Campeonato Mundial de Basquetebol Masculino da FIBA, onde se tornou o segundo jogador a conquistar o título da NBA e o campeonato mundial no mesmo ano. O jogador de 34 anos mostrou vislumbres de seu eu mais jovem, apresentando performances como a marca de 33 pontos contra a Austrália nas semifinais. Gasol foi nomeado no All-Star Five do campeonato mundial, com médias de 14,4 pontos e o segundo maior plus/minus da seleção espanhola.

A soma de líderes veteranos como Serge Ibaka e Kyle Lowry com o talento juvenil de Fred VanVleet (que terminou em segundo lugar na votação do MVP nas finais da NBA) e a estrela em ascensão Pascal Siakam, os fãs do Raptors (e os apostadores) certamente têm mais motivos para serem otimistas.

A ascensão de Pascal Siakam

Pascal Siakam (também conhecido como "Spicy P") está saindo de uma impressionante temporada 2018-19 em que apresentou uma grande evolução em seu jogo, comprovada pelo fato de ter sido o ganhador do prêmio de Melhor Jogador da NBA.

O Toronto Raptors está em busca de um talento para preencher o vazio deixado por Kawhi Leonard, e a pergunta que muitos podem estar se fazendo é: "por que não usar Pascal Siakam?". Houve momentos na última temporada em que ele mostrou habilidade de All-Star e a esperança é que ele possa se desenvolver ainda mais em 2019-20. O primeiro jogo das finais da NBA é um exemplo de que Siakim não foge da pressão que enfrentará nesta temporada. Ele marcou 32 pontos, convertendo 14 de 17 arremessos de três pontos, e se tornou o primeiro jogador a marcar mais de 30 pontos em mais de 80% de arremessos em uma série de finais da NBA desde Shaquille O'Neal, em 2004-05.

Se Siakim conseguir dar o próximo passo em relação ao seu rendimento, poderá ser considerado para a escolha do MVP (111.280*).

O enfraquecimento do Leste

Com mais de 40% da liga sendo composta por jogadores com agenciamento livre na offseason e o fluxo de jogadores entre conferências, o equilíbrio de talentos mudou com mais da metade dos jogadores selecionados nas equipes da All-NBA de 2018-19 agora jogando na Conferência Oeste

As probabilidades daPinnacle para apostas futuras na NBA enfatizam esse cenário, com apenas quatro equipes da Conferência Leste (Milwaukee Bucks, Philadelphia 76ers, Brooklyn Nets e Boston Celtics) posicionadas entre as dez equipes com maior probabilidade de conquistar o título 2019-20 da NBA. Toronto é a 12ª na lista de candidatos ao campeonato da NBA, com probabilidade de vitória de apenas 2,42% (41.600*).

Probabilidades para o campeonato 2019-20 da NBA

Probabilidades para o campeonato 2019-20 da NBA

Probabilidade de vitória

Equipe

Probabilidades

Probabilidade implícita (%)

1

Los Angeles Clippers

4.670

21,41

2

Los Angeles Lakers

4.960

20,16

3

Milwaukee Bucks

7.330

13,64

4

Philadelphia 76ers

9.130

10,95

5

Houston Rockets

10.670

9,37

6

Golden State Warriors

12.280

8,14

7

Utah Jazz

18.260

5,48

8

Denver Nuggets

21.300

4,69

9

Brooklyn Nets

22.730

4,40

10

Boston Celtics

27.380

3,65

12th

Toronto Raptors

41.600

2,40

Considerando o quanto a Conferência Leste está aberta, as chances dos Raptors de ganhar a Conferência Leste podem ser menores do que muitos apostadores esperam (14.160*). Eles são apenas os terceiros favoritos para vencer a divisão do Atlântico (5.880*), atrás do 76ers e do Celtics, apesar de terem vencido cinco das últimas seis temporadas.

A última vez que os Raptors não venceram a Divisão do Atlântico foi a mesma temporada em que venceu 48 jogos (sem surpresa, essa é a menor produção da equipe nas últimas seis temporadas). O total da Pinnacle para vitórias na temporada regular sugere que os Raptors podem ficar abaixo dessa marca, com o total estabelecido em 46,5 (1.813*).

A equipe de 2019-20 dos Toronto Raptors provavelmente não estará jogando basquete no final de junho, mas com um grupo com pedigree digno de vencer o campeonato, talento jovem e um treinador conceituado, eles não devem ser tão facilmente descartados.

Receba as últimas probabilidades para partidas, longo prazo e performances de jogadores da NBA com a Pinnacle.

Probabilidades sujeitas a alteração

Recursos de apostas - Capacitar as suas apostas

Os Recursos de apostas da Pinnacle são um dos conjuntos mais abrangentes de conselhos de especialistas sobre apostas que se podem encontrar online. Dar resposta a todos os níveis de experiência - o nosso objetivo é simplesmente capacitar os apostadores a obterem mais conhecimentos.